Perversidade: suspeitos de assalto ‘envenenam’ munições com raticida

Publicado em quarta-feira, setembro 16, 2015 ·

Foto:Divulgação PM Ao todo havia oito munições com o veneno e todas estavam nas armas prontas para serem usadas.
Foto:Divulgação PM
Ao todo havia oito munições com o veneno e todas estavam nas armas prontas para serem usadas.

Um fato curioso e perverso chamou a atenção da Polícia Militar durante uma prisão em flagrante ocorrida na noite desta terça-feira (15), no bairro Centenário, na cidade de Campina Grande. Um homem foi preso e dois adolescentes apreendidos depois de assaltarem um posto de combustíveis, no bairro do Catolé. Com o trio foram encontrados dois revólveres e para a surpresa dos policiais todas as munições usadas tinham pedras de veneno para ratos no projétil, aumentando ainda mais a letalidade em caso de ferimento.

Ao todo havia oito munições com o veneno e todas estavam nas armas prontas para serem usadas. O homem de 19 anos e os dois adolescentes foram capturados após baterem o carro contra um poste em uma perseguição policial, no bairro do Centenário. Um dos suspeitos teve um ferimento leve no rosto depois da colisão. Eles estavam em um veículo Meriva de cor preta.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Segundo o Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop) os jovens são suspeitos de terem realizado um assalto contra um posto de combustíveis na avenida Canal, no bairro do Catolé. Eles invadiram a loja de conveniência e fugiram levando alguns produtos. De acordo com informações de testemunhas, um funcionário da empresa estava chegando no momento do assalto e chamou a polícia.
Ao passarem pelo bairro do Centenário, o veículo foi identificado pela Polícia Militar e uma viatura iniciou uma perseguição. Durante a fuga o condutor do carro perdeu o controle do veículo e bateu contra um poste. O flagrante aconteceu por volta das 19h30 e os jovens foram levados para a Central de Polícia Civil, no bairro do Catolé.

Efeitos dos raticidas

Ao analisar as imagens das munições apreendidas, a coordenadora do Centro de Assistência Toxicológica (Ceatox) do curso de farmácia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Saionara Ssook, disse que provavelmente trata-se de um ratifica. Ela explicar que esse tipo de substância possui um efeito anticoagulante sanguíneo que pode agravar o estado de saúde de um paciente e provocar a morte, dependendo da concentração.

“Estes raticidas são a base de anticoagulantes cumarínicos. Os efeitos provocados no corpo humano depende muito da quantidade e da concentração da substância. No corpo humano ele age no sangue e pode provocar a morte por meio de uma hemorragia. Não temos como dizer se isso ocorreria com estas munições, pois as substâncias precisam ser analisadas clinicamente”, explicou.

JP

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627