“Perseguidos” decidem, e Palmeiras vence Atlético-MG no Canindé

Publicado em domingo, julho 31, 2011 ·

20110612111806_02Se com os torcedores o clima não é tão bom, dentro de campo Marcos Assunção e Luan fazem a diferença para o Palmeiras. Neste sábado, no Canindé, a dupla liderou o time alviverde em vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-MG, com gols e belas jogadas. O meio-campista abriu placar em cobrança de falta, enquanto atacante fez o segundo tento e a jogada do gol derradeiro. Os jogadores foram alvo de vaias originadas por parte da torcida palmeirense nos últimos dias.

O resultado mantém a equipe paulista na luta pela liderança do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras tem 25 pontos na quarta colocação, três a menos que o líder Corinthians (que tem dois jogos a menos), e empata com o São Paulo. Já o Atlético-Mg está na 13ª posição, com 14 pontos.

Na próxima rodada, o Palmeiras vai ao Couto Pereira enfrentar o Coritiba, na primeira vez que os times se enfrentam desde as quartas de final da Copa do Brasil. A partida será na quarta-feira, às 21h45. No mesmo dia, às 19h30, o Atlético-MG visita o Grêmio no Olímpico.

O Palmeiras contou com um desfalque de última hora. Já sem o suspenso Kleber, o centroavante Wellington Paulista deixou a concentração alviverde, uma vez que foi negociado com o Grêmio. Desta forma, o ataque foi formado por Maikon Leite, Luan e Dinei. Já o meio de campo foi formado por Marcos Assunção, João Vitor e Valdivia.

O jogo

Sob uma insistente chuva, a partida se iniciou em um ritmo lento e truncado, com os times conseguindo poucas chances ofensivas. O Palmeiras pressionava o Atlético-MG em seu campo de defesa e o mantinha sem chances de sair para o jogo. E foi pela bola parada que o time alviverde abriu o placar.

Marcos Assunção cobrou falta aos 14min e encobriu o goleiro Giovanni, que esperava por uma bola alçada na área. A alegria palmeirense, porém, durou apenas um minuto. Em jogada veloz, a bola sobrou para Magno Alves, que girou sobre a marcação e tocou no canto direito de Deola aproveitando desvio.

O Atlético-MG melhorou após conseguir o empate, e passou a criar melhores oportunidades. A principal chance saiu aos 41min, uma cabeçada de Lima que foi defendida com maestria por Deola. Dois minutos depois, Valdivia efz boa jogada contra a marcação e chutou à direita do gol, contando com desvio.

A partida voltou truncada do intervalo, com os times tendo poucas chances de gol. Luan teve oportunidade de finalizar, mas errou no arremate e a bola saiu pela lateral. Aos 15min, Richarlyson arriscou de fora da área e o chute passou perigosamente perto da trave esquerda de Deola.

No minuto seguinte, o Palmeiras conseguiu de volta a vantagem no marcador. Marcos Assunção mandou bola na área em cobrança de falta, a defesa do Atlético-MG afastou mal e Luan chutou forte para vencer o goleiro Giovanni. O time mineiro não abaixou a cabeça, e Richarlyson ameaçou em cobrança de falta defendida por Deola aos 21min.

O jogo seguiu emocionante, com os goleiros levando sustos. Aos 22min, Leonardo Silva desviou de cabeça após escanteio e a bola passou perto da trave. Cinco minutos depois, Marcos Assunção bateu falta e mandou na rede pelo lado de fora. Aos 32min, Patrik não errou. O meia aproveitou sobra na área depois de jogada de Luan e tocou no canto direito.

Novamente o Atlético-MG marcou após um gol do Palmeiras. Aos 33min, Wesley lançou para Neto Berola, que driblou a marcação e cruzou para o próprio Wesley empurrar de cabeça ao gol. Com o clima quente no jogo, o expulso foi o técnico Luiz Felipe Scolari, que não viu Marcos Assunção levar muito perigo a Giovanni em chute de longe aos 42min.

Palmeiras 3 x 2 Atlético-MG

Gols

Palmeiras:
Marcos Assunção, aos 14min do primeiro tempo; Luan, aos 16min do segundo tempo, e Patrik, aos 32min
Atlético- MG:
Magno Alves, aos 15min do primeiro tempo; Wesley, aos 34min do segundo tempo

Palmeiras: Deola; Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Gerley; Marcos Assunção, João Vitor e Valdivia; Maikon Leite (Patrik), Dinei e Luan. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Atlético- MG: Giovanni; Werley, Lima e Leonardo Silva; Patric, Serginho (Neto Berola), Richarlyson, Caio e Eron; Magno Alves (Wesley) e Jônatas Obina (André). Técnico: Dorival Junior

Cartões amarelos
Palmeiras: João Vitor
Atlético- MG: Serginho

Árbitro
Sandro Meira Ricci (DF)

Local
Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627