PB é o 4º Estado mais beneficiado com PAC II e Tião destaca esforço do governador

Publicado em quarta-feira, novembro 16, 2011 ·

tião gomeA Paraíba, mesmo politicamente dividida, foi o quarto Estado mais beneficiado com a segunda etapa do PAC, o Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal. Superou Estados poderosos como Espírito Santo, Goiás, Ceará e Pernambuco, de quem a Oposição tanto se queixa devido à parceria existente entre os governadores Eduardo Campos e Ricardo Coutinho.

De acordo com relatório do PAC II, a Paraíba conseguiu alocar recursos da ordem de R$ 130 milhões para obras de ampliação de sistemas de abastecimento d’água e saneamento básico. Perdeu apenas para o Rio Grande do Sul (R$ 235 milhões), São Paulo (R$ 207 milhões) e Bahia (R$ 139 milhões). Pernambuco obteve apenas R$ 80 milhões, seguido do Rio Grande do Norte (R$ 62 milhões), Ceará (R$ 28,4 milhões), Espírito Santo (17,9 milhões) e Goiás (R$ 11,2 milhões).

“É uma grande conquista, sem dúvidas. Mostra que, ao contrário do que diz a Oposição, o Governo do Estado está trabalhando e o governador Ricardo Coutinho goza de todo prestígio junto ao Governo da presidente Dilma Roussef”, afirmou o deputado Tião Gomes (PSL), destacando ainda o trabalho dos secretários de Recursos Hídricos, João Azevedo, e do Escritório de Representação da Paraíba em Brasília, Ricardo Barbosa, além do presidente da Cagepa, Deusdete Filho.

O Ministério das Cidades selecionou 134 propostas para empreendimentos de saneamento em municípios com população inferior a 50 mil habitantes. O valor total do empréstimo é de R$ 1.127 bilhão e beneficiará 125 municípios em 13 unidades da federação. Desse total, a Paraíba terá um percentual de 11,45%. “E não se trata de dinheiro a fundo perdido, mas de empréstimo. Isso mostra que o Estado está com suas finanças equilibradas, recuperou sua capacidade de endividamento e está apto a contrair operações de crédito”, afirmou Gomes.

Pelo cronograma do PAC II, as obras devem ser licitadas e iniciadas já em 2012 nos municípios de Areia, Conde, Itabaiana, Lucena e Mamanguape. Todos terão ampliado o índice de cobertura de abastecimento d’água e esgotamento sanitário. Isso significa mais saúde para a população desses municípios.

Somente para Areia, foram destinados R$ 28 milhões, sendo R$ 11,4 milhões para construção de uma estação de tratamento de água, duas estações elevatórias, dois reservatórios, implantação de 9,9 km de rede de distribuição, 10,3 km de adutora, 300 ligações residenciais, 3,6 km de substituição de redes, macromedição, micromedição e setorização de rede. Com o sistema, espera-se que até 2031 a população de Areia seja 100% atendida de água encanada.

FONTE: assessoria

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627