Paraíba ganha sinal aberto da TV UFPB em abril e Movimento Social terá espaço importante

Publicado em segunda-feira, Março 12, 2012 ·

A diretora do Pólo Multimídia da UFPB, Sandra Moura, informou durante o Fórum Latino-Americano de TV Digital, realizado em João Pessoa, que a TV UFPB tem previsão de transmissão em sinal aberto a partir do dia 27 de abril, no canal 43. Durante o debate a professora defendeu que as televisões universitárias precisam manter o diálogo com a sociedade por meio de convênios e parcerias como as que a TV UFPB mantém com TCE, MovSocial e INSS

A Paraíba deve ganhar a partir do dia 27 de abril uma nova televisão em canal aberto. Trata-se da TV UFPB que tem previsão de ser lançada no canal 43 nesta data. A informação foi dada pela professora Sandra Moura, diretora do Pólo Multimídia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). O anúncio foi feito durante a mesa-redonda \”A transição dos canais públicos do sistema de transmissão analógico para digital\”, no Fórum Latino-Americano de TV Digital, que está sendo realizado em João Pessoa.

A professora debateu as questões ligadas às televisões universitárias de caráter público junto com Otávio Caixeta, Analista de Infraestrutura do Ministério das Comunicações, André Barbosa, Superintendente de Suporte da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Ascendino Silva, diretor do Núcleo de TV e Rádios Universitárias da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Maurício Martins, Analista de Projetos da TV Universitária do Rio Grande do Norte (UFRN).

Controle e diálogo com a sociedade

Uma das questões levantadas pelo público envolve o problema da programação das TVs públicas e os mecanismos de interação com a sociedade como forma de impedir que esse tipo de TV fique à mercê do controle exclusivo dos gestores como, por exemplo, os reitores das Universidades.

Foi apresentada a criação dos Conselhos de Programação representativos das instituições sociais, como uma alternativa para essa interação e democratização da programação das TVs públicas. A Diretora do Pólo Multimídia alertou que as televisões universitárias precisam ser mais divulgadas e debatidas e, em sua perspectiva, uma TV com esse perfil não deve falar exclusivamente da administração das Universidades, mas deve dialogar com a sociedade. “Não queremos fazer uma TV voltada exclusivamente para os técnicos, professores e estudantes da UFPB, mas que dialogue com a sociedade”.

Sandra Moura mostrou formas de interação com a sociedade e lembrou uma série de convênios que a TV UFPB já fez para garantir esse diálogo social. Ela falou, por exemplo, do convênio da TV com o Tribunal de Contas do Estado (TCE), com os movimentos sociais – por meio do MovSocial -, e com o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). “Pela primeira vez vamos ter uma TV capaz de colocar em sua programação os movimentos sociais da Paraíba e no caso do Tribunal de Contas, já conversamos isso bastante, não se trata de fazer uma agenda do presidente do TCE, mas queremos prestar um serviço de informar e educação o cidadão sobre os trabalhos do Tribunal”, completou.

Fonte:

Agência de Notícias da UFPB – Marcus Alves

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627