Pamela Bório: ‘Sou a Geni da Paraíba, mas aguento porrada e vou começar a revidar’

Publicado em sexta-feira, setembro 27, 2013 ·

pamela-borioSou a primeira-dama mais apedrejada da história da Paraíba. Com essa frase jornalista Pamela Bório, esposa do governador Ricardo Coutinho (PSB), resumiu toda a via crucis que tem enfrentado desde janeiro de 2011 ao ser alvo permanente dos ataques da oposição e da mídia.

 

Em entrevista ao Conexão Direta, da TV Arapuan, desta quinta, ela criticou a exploração do que chamou de boatos e mentiras sobre sua imagem e se comparou a uma personagem conhecida da música popular brasileira. “Sou a Geni da Paraíba. A primeira-dama que mais apanhou na história do Estado, mas aguento porrada. E a partir de agora a Geni vai começar a revidar”, disse, ressaltando que irá buscar na Justiça a reparação de todos os danos.

 

A primeira-dama reclamou da falta de privacidade e da maneira com que os fatos são explorados contra sua imagem. Defendeu a viagem que fez,“em nome da Paraíba”, em aeronave do governo e descartou que tivesse qualquer envolvimento ou responsabilidade nas compras da Granja Santana, sobre as quais admitiu que houve exageros, mas reafirmou que não há erro algum do governador morar na Granja com a família. “Mesmo morando em qualquer outro lugar, as despesas são pagas pela administração da Granja”, lembrou.

 

E deixou claro que não iria se furtar a dizer o que pensa, seja por causa do governador, seja pra evitar polêmicas, nem de usar as redes
sociais, como é de conhecimento da Paraíba, para expor fatos de sua vida pessoal. “Ricardo me conheceu exposta na televisão e já nas redes sociais”, disse.

 

Com a franqueza e ausência de freio no que vai dizer peculiares, Pamela repetiu e a reafirmou a virulência dos ataques que fez aos
deputados que votaram contra o Título de Cidadã Paraibana, que recebeu esta semana na Assembleia Legislativa da Paraíba. “Fui vítima de injustiças. Reagi aos ataques que sofri e não porque eles votaram contra, mas as justificativas que deram para isso”, declarou.

 

Disse que, por causa disso, tinha “repugnância” da política. “Ricardo (governador) me mostrou apenas que existem exceções. Queimei minha língua com ele, porque achava que todo político não prestava”, declarou a baiana, que largou a carreira de modelo e atriz para
investir no jornalismo.

 

Provocada se teria intenção de disputar um mandato eletivo, foi rápida. “De jeito algum. Pra ficar ao lado daqueles deputados?”

 

Em pouco de tempo de entrevista, Pamela criticou a oposição e parte da imprensa, não quis tecer comentários sobre a relação do senador Cássio Cunha Lima e se disse “suspeita” pra fazer comentários favoráveis ao governo do marido.

Luis Torres

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627