Pais de namorada de jogador depõem por 5 horas e mantêm versão

Publicado em sábado, agosto 6, 2011 ·

mãeOs pais da namorada do jogador da Portuguesa Rafael Silva depuseram por cerca cinco horas na tarde desta sexta-feira na sede da 5ª seccional de Polícia Civil da zona leste de São Paulo à delegada Elisabete Sato. De acordo com o advogado da família, Ademar Gomes, os depoimentos não mudaram a versão que havia sido apresentada anteriormente a respeito do caso envolvendo a morte de Flávia de Lima, que morava com Rafael.

A vítima, 16 anos, caiu da sacada do apartamento em que morava com Rafael havia seis meses, no 15° andar, na Vila Carrão, zona leste da capital. Segundo testemunhas, o casal começou a discutir em um bar, onde o jogador estava na madrugada. Flávia teria quebrado os espelhos retrovisores do carro do jogador. De acordo com o delegado José Raimundo da Silva, a briga continuou no apartamento e o atleta afirmou que ela teria se jogado.

Segundo a polícia, os depoimentos seguem na semana que vem. A mãe, Luara Adriana de Lima, 38 anos, depôs por três horas. O pai, Francisco Carlos Lima, 42 anos, esteve duas horas com a delegada.

Na terça-feira, Luara disse que o jogador agrediu a jovem duas semanas antes da morte. Segundo ela, o atleta costumava ficar agressivo quando bebia. A mãe afirmou que chegou a ir à delegacia, mas não registrou queixa. Já o pai negou que a filha dele tivesse se aproximado de Rafael pelo fato de ele ser jogador de futebol ou ter dinheiro. “Minha filha amava ele mais do que ela a amava. Quando ela o conheceu, nem sabia que ele jogava futebol. Ele tinha um salário pequeno na Portuguesa. Muitas vezes nós os ajudávamos financeiramente”, disse. Ambos não acreditam na hipótese de suicídio.

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627