Padre Bosco – O serviço pastoral

Publicado em sábado, agosto 27, 2011 ·

bosco

É bom recordar que qualquer pastoral será sempre uma pastoral da igreja e, portanto, se trata da presença da igreja naquele ambiente. Nenhuma pessoa é dona de nenhuma pastoral. Portanto, toda ação pastoral é a presença de Cristo e da Igreja naquela realidade especifica daquela pastoral.

Toda pastoral vem do Cristo Pastor. Nele, todas elas devem se espelhar e agir. É em seu nome que as pastorais se organizam e agem. Como o Pai me enviou, eu vos envio, disse Jesus. Ninguém se envia a si mesmo, mas na igreja, cada pastoral é enviada para a sua missão.

Também é verdade que nenhuma pastoral pode, nem deve, nem há como atuar no lugar da outra. Pode-se, é verdade trabalhar em parceria, mas, nunca ocupar o espaço que pertence às outras pastorais. Como acontece com a sociedade civil, que cada entidade tem a sua área de atuação, assim acontece com cada pastoral.

É importante frisar este assunto, pois a pastoral carcerária tem o seu alvo: quem se encontra na prisão. Quando as pessoas perguntam: e as vitimas? A pergunta está certíssima e bem colocada para seja organizada outra pastoral ou um serviço de assistência e de apoio. Se eu não tivesse nesta pastoral, faria com toda certeza um trabalho de apoio e assistência às vitimas. Quem sabe se um dia este não será o meu trabalho.

Já temos, graças a Deus, uma infinidade de pastorais e muitas outras mais ainda não necessárias. A igreja necessita de homens e mulheres de boa vontade, em todos os tempos e em todos os lugares, que dediquem tempo, energia e a própria vida a serviço da humanidade. Esta é a nossa função e a nossa missão.

Cada pessoa na realidade em que vive vai descobrindo seus carismas e vai, em comunhão com a igreja, se colocando à disposição para a construção de um mundo novo. Temos inúmeros desafios de pobreza, de analfatismo, de desinformação e inúmeras formas de violência que destroem a vida. Não devemos apenas criticar e ter um olhar pessimista, mas devemos colaborar. Seremos lembrados neste mundo pelo que realizarmos a favor ou contra a humanidade.

Temos inúmeros exemplos que marcaram a nossa historia. Exemplos que nos mostram que é possível fazer o bem. Irma Dulce, Madre Teresa de Calcutá, Dom Helder Câmara, Gandhi, Pe Ibiapina só para citar alguns conhecidos.

Hoje cada pessoa, no seu contexto, pode também dar a sua colaboração, semeando o bem, como se diz: sem olhar a quem, inclusive aos próprios inimigos, como um caminho de transformação e de superação da violência.

Não resta duvidas que há muito para ser feito e existem muitas possibilidades. Falta apenas a vontade e o empenho. É fácil e cômodo pensar que tudo está perdido e que não vale a pena lutar. No mínimo esta postura justifica a nossa preguiça e a nossa acomodação. Toda ação pelo bem e pela vida da coletividade pode ser compreendida como uma ação pastoral por se inspirar na pratica de Jesus mesmo que não haja ainda uma fé explicita em Jesus e na sua palavra.

Padre Bosco

O texto é de inteira responsabilidade do assinante

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627