Oficiais da PM atuam para derrotar projeto do governo na Assembleia Legislativa, denuncia Couto

Publicado em sexta-feira, novembro 9, 2012 ·

 

O deputado Luiz Couto (PT-PB) denunciou, da tribuna da Câmara Federal, que alguns coronéis da Polícia Militar da Paraíba estão visitando gabinetes, na Assembleia Legislativa, para pedir a parlamentares que votem contra o projeto de lei do governo que regulamenta as atribuições da Corregedoria Geral da Secretaria de Segurança e da Defesa Social como órgão superior de controle disciplinar interno.

Couto afirmou ter informações que o próprio corregedor da PM, coronel Jarlon, está encarregado desta tarefa, sob o argumento de que a proposta retira o poder dos oficiais. “O fato é que o comandante Geral, coronel Euler, ordenou que os oficiais barrassem a propositura e eles estão apenas cumprindo as ordens”, destacou.

Para Luiz Couto, a posição do comandante é incompatível com o cargo que ocupa, com a instituição policial, com o governador Ricardo Coutinho e com a sociedade paraibana, “isto porque o projeto faz parte da política de segurança pública do Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social”.

O parlamentar ressaltou que a aprovação da iniciativa que regulamenta a Corregedoria de Polícia tem o aval de muitos policiais, do Conselho Estadual dos Direitos Humanos (CEDH) e dos segmentos sociais ligados a esta causa.

Couto disse acreditar que a Polícia Militar da Paraíba é composta, na sua maioria, por bons policiais que muitas vezes acabam pagando por aqueles de má conduta.

O deputado declarou ter conhecimento de que, na atual estrutura da PM, os praças (soldados, cabos, sargentos e subtenentes), quando são punidos, têm suas vidas expostas no boletim da caserna. “No entanto, quando isso ocorre com um oficial o nome e a penalidade são publicados num boletim interno e reservado”.

Ascom Dep. Luiz Couto

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627