Odon Bezerra defende internação compulsória para viciados em crack: programa investirá 4 bilhões

Publicado em sexta-feira, dezembro 9, 2011 ·

Odon Bezerra, presidente da OAB-PB Foto: Cristiano Teixeira
Odon Bezerra, presidente da OAB-PB Foto: Cristiano Teixeira

O Governo Federal anunciou recentemente um pacote de combate as drogas que prevê a aplicação de quatro bilhões de reais em campanhas de conscientização, repressão e tratamento dos viciados, inclusive com o internamento compulsório e contra a vontade do viciado.

A medida é vista com bons olhos pelo presidente da OAB seccional da Paraíba, Odon Bezerra, adiantando que a sociedade esta “perdendo a guerra” para o tráfico de drogas e as principais vítimas são os jovens, que morrem vítimas do vício, do acerto de contas entre grupos rivais ou simplesmente porque ficaram devendo na “boca” e o preço do resgate da divida é a morte.

Odon disse que concorda com a internação compulsória, mas defendeu que internação o viciado passe por uma avaliação médica. O pacote de medidas do Governo Federal também prevê que o atendimento aos viciados vai ser feito através do Sistema Único de Saúde – Sus, inclusive com a reserva de leitos para tratamento dos drogados.

O presidente da OAB disse que sob o efeito das drogas o viciado não tem raciocínio para saber o que esta acontecendo ou o que esta fazendo e neste caso a internação compulsória pode ser uma proteção para a sociedade e para o viciado também.

Ele chegou a questionar sobre qual medida certa, se deixar os jovens morrendo pelas ruas vitimas das drogas ou de balas e agressões, ou recolhe-los a um hospital ou a uma outra instituições onde seriam bem tratados e estariam sob cuidados médicos e em ambientes mais seguros.

Odon Bezerra fez apenas uma advertência caso a proposta seja aprovada, é para que essas pessoas sejam jogadas em instituições ou hospitais como se fazia com os esquizofrênicos antigamente, quando eles muitas vezes ficavam afastados da família e da sociedade.

Jonas Batista com informações de Washington Luiz

Paraíba.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627