artigo

O som do coração tem notas escritas pela covid; por Nice Almeida

Publicado em terça-feira, Abril 6, 2021 ·

Se eu tivesse como reproduzir um som neste texto seria o do meu coração disparado.

Tem um filme com esse mesmo título: “O som do coração”. Nele, o toque suave das notas de uma música une um casal e um filho perdido, que luta para reencontrar os pais.

As notas do meu coração hoje infelizmente não poderão promover reencontros. Elas estão paralisadas. Emudeceram.

As letras também parecem ter perdido o sentido e eu me pergunto: se eu [que sequer convivi com ele] estou assim, triste, apagada, com a mente perdida no horizonte, imagine os amores dele?

Estou falando de Edson Mota. Solanense. Policial. Uma mulher linda, dois filhos encantadores. Para alguns, mais um na lista dos mortos pela covid-19. Para a família e os amigos, a pessoa cheia de significados especiais e importantes.

E como na letra de uma música de Vítor e Léo só consigo pensar que “eu que sempre tive o que dizer, hoje ouço em silêncio, levei tempo pra entender que só o tempo, apenas o tempo nos ensina a viver”.

O que o tempo ainda não nos ensinou foi a se despedir. Nem o tempo e nem as crenças. Eu creio firmemente que a vida não acaba, apenas a carne morre. A sequência de tudo está no plano espiritual.

E, se existe algo que posso dizer hoje para todos os solanenses que estão enlutados, por Edson e pelos outros 35 cidadãos da minha terra que partiram por causa dessa doença é: creiam, a dor da despedida é cruel, mas um dia todos vamos nos reencontrar com quem amamos aqui no plano terrestre.

Chorem, vivam o luto, isso é inevitável e preciso. Rezem, orem, façam preces pelos que se foram. Que a luz se faça presente na vida dos que ficaram e na vida dos que partiram.

“Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados”. (Mateus 5:4)

“Eu garanto a vocês, se alguém guarda a minha palavra, jamais verá a morte”. (João, 8:51)

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627