economia

O mercado imobiliário está se recuperando. Tire proveito disso

Publicado em quarta-feira, Fevereiro 20, 2019 ·

Depois de quase dez anos em baixa, o mercado imobiliário começa a demonstrar sinais mais claros de sua recuperação, ofertando preços mais atrativos e novas opções de imóveis em diversas cidades do país.

Com mais imóveis em oferta e incentivos na economia, as chances de se conseguir crédito imobiliário para financiamento e de negociar preços com as imobiliárias crescem, dando ainda mais vantagens para aqueles que estão em busca do sonho de sua própria casa ou apartamento.

O que dizem os especialistas sobre a recuperação do mercado financeiro?

Segundo o índice Fipezap, que avalia o preço de vendas de imóveis no Brasil, houve queda real de quase 4% do valor médio no ano de 2018. Nas cidades de Niterói, Rio de Janeiro e Fortaleza, a queda do preço foi bastante significativa, variando entre -4,06% e -2,25%.

No mesmo período, as cidades que apresentaram aumento de preço acima da média, foram Curitiba (3,39%), Goiânia (2,50%) e São Caetano do Sul (2,49%).

Essas quedas se devem ao fato de que, se antes os investimentos no mercado imobiliário brasileiro estavam sendo muito afetados pelas crises financeiras e políticas que abalaram a confiança do comprador, agora a população já volta os olhos para investimentos na área, que geralmente envolvem dívidas de longo prazo.

Se tratando de imóveis corporativos, Celina Antunes, presidente da consultoria Cushman & Wakefield na América do Sul, afirma que o ano de 2019 é a última chance de o inquilino conseguir uma negociação mais favorável à descontos, já que as vantagens das negociações devem passar para o locador ao longo do ano.

Quais os fatores que estão possibilitando a volta por cima do setor imobiliário no país?

Os fatores que ajudaram na recuperação do setor imobiliário nos anos de 2017 e 2018 foram a baixa da taxa Selic (sistema especial de liquidação e custódia, também conhecida como taxa básica de juros da economia brasileira),e a redução dos juros de financiamento da Caixa Econômica Federal.

Com a inflação controlada e o crescimento do PIB projetado para 2,8%, a recuperação do mercado se tornou algo real, o que anima investidores e compradores.

Outro fator que auxilia na recuperação do setor imobiliário é a confiança que as empresas tradicionais da área imobiliária e de construção possuem com a nova equipe econômica do governo.

Com a promessa de gerar empregos no país, crescem-se os olhos para o setor imobiliário, que possui potencial para criação de milhares de postos de trabalho em todo território nacional.

A disposição de empresas financeiras para aprovar financiamentos também é alta, já que existem muito mais recursos para crédito imobiliário disponíveis. Segundo o presidente da ABECIP – Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança, os recursos para financiamento podem atingir R$100 bilhões entre 2019 e 2020.

Quais são as tendências para o mercado imobiliário em 2019?

Como você pode perceber, podemos resumir o momento do mercado em uma palavra: otimismo. Para não perder a oportunidade que a saída de uma crise proporciona e conseguir fazer o melhor negócio possível, fique atento às tendências do mercado:

Taxa Selic

A taxa Selic, já citada anteriormente, é o principal índice de operações de crédito no país e tende a diminuir ainda mais. Isso significa que as chances para obtenção de financiamentos imobiliários com juros menores aumentam quando a taxa cai.

Programas de habitação do governo sendo ampliados:

Nos últimos anos, o governo modificou o programa “Minha Casa, Minha Vida”, que antes auxiliava apenas famílias de renda muito baixa, deixando faixa da população descoberta pelo programa e criticando o plano. Agora, famílias com renda bruta de até R$ 9 mil reais podem ser beneficiadas, ampliando o público do programa.

Modernização do consumidor e do mercado:

Em muitas cidades, a forma como o consumidor conhece seu futuro apartamento já é totalmente digital. Oferecendo novas experiências ao cliente, imobiliárias já investem em tecnologias, como a de realidade aumentada, para auxiliar na venda de imóveis na planta, inserindo o consumidor em sua futura casa anos antes deste sonho se realizar.

Além disso, diversos startups e serviços financeiros especializados em crédito imobiliário despontam como alternativa aos financiamentos comuns. Com mais ofertas, menos burocracia e agilidade nos processos, estas empresas revolucionam o mercado.

Victor Alencar

Gear SEO

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627