Número de mortes por dengue neste ano já é igual ao de 2011 na Paraíba

Publicado em quinta-feira, novembro 1, 2012 ·

Nove pessoas morreram por dengue nos dez primeiros meses deste ano na Paraíba. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) confirmou, na quarta-feira (31), mais uma morte pela doença em João Pessoa que já soma seis óbitos. O número de mortes neste ano já é igual ao registrado durante todo o ano passado.

De acordo com o boletim, já foram notificados 11.087 casos de dengue em 182 (81,6%) municípios paraibanos. Deste total, 2.346 foram descartados e outros 5.823 classificados como dengue clássica. Conforme os dados da Semana Epidemiológica 43.

O caso mais recente de morte pela doença foi registrado em João Pessoa. De acordo com a SES, as mortes deste ano ocorreram em João Pessoa (6), Bayeux (1), Itabaiana (1) e Patos (1). João Pessoa continua a ser o município da Paraíba com o maior número de notificações. Na capital paraibana, já foram notificados 4.436 casos, o que equivale a 40% das notificações. Cabedelo (1.511 casos), Patos (483 ), Bayeux (258), Guarabira (227), Catolé do Rocha (186), Sousa (161), Vista Serrana (160), Uiraúna (154 ) e Esperança (149) são os outros municípios paraibanos que se destacam no número de notificações.

Segundo a gerente executiva de Vigilância em Saúde, Talita Tavares, neste ano foram confirmados 152 casos graves de dengue, sendo 40 casos de Febre Hemorrágica da Dengue (FHD) e 112 de dengue com complicação (DCC), com notificações em 30 municípios. Os demais casos ainda estão sob investigação.

Talita Tavares alertou sobre a importância do monitoramento e notificação de todos os casos. “A dengue é uma doença dinâmica que pode evoluir rapidamente de uma forma para outra. Assim, num quadro de dengue clássica, em dois ou três dias podem surgir sangramentos e sinais de alerta sugestivos de maior gravidade. Daí surge a necessidade da notificação dos casos graves em até 24 horas de acordo com a Portaria 104 do MS”, explicou a gerente. Essas situações devem ser notificadas no Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), pelo telefone (83) 8828-2522 (plantão 24 horas).

Algumas mortes
A primeira morte por dengue hemorrágica registrada neste ano na Paraíba foi de uma idosa de 64 anos de Itabaiana, no Agreste paraibano, em março. O caso só foi divulgado em abril deste ano. A Secretaria de Saúde do município confirmou que pelos resultados dos exames e do atestado de óbito a mulher foi vítima da dengue tipo 4.

Em abril, uma menina de 7 anos morreu em Patos, a 307km de João Pessoa. Ela deu entrada no Hospital Infantil de Patos no dia 14 de abril e foi internada na área de urgência e emergência da unidade. Segundo o diretor técnico da instituição, Almir Soares Cavalcante, a menina apresentava os sintomas de dor abdominal, vômito, falta de ar e desconforto respiratório. O quadro se agravou na manhã dia 15 de abril, quando ela passou a ter taquicardia e foi encaminhada à UTI Infantil. A menina morreu às 4h do dia 16 de abril. Em João Pessoa foram registrados seis casos. Sendo um deles o de uma idosa de 97 anos e um outro de um jovem de 19 anos.

G1 PB

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627