Festival Literário

No Festival Literário de Bananeiras, Jorge Caldeira critica ‘atraso e reacionarismo’ do governo Bolsonaro

Publicado em domingo, outubro 27, 2019 ·

O escritor e historiador Jorge Caldeira criticou, neste sábado (26), iniciativas do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) na área econômica e ambiental. Ele foi um dos participantes da mesa redonda ‘Histórias na história’, no primeiro Festival Literário de Bananeiras. O debate também contou com a participação Maria Valéria Rezende e teve mediação do jornalista Heron Cid.

O escritor criticou a forma como o Governo Federal lida com questões ambientais ao negar investimento estrangeiro para preservar as florestas. “Agora, 100 mil dólares de mineradora para destruir floresta, pode? Que progresso? Progresso é, hoje em dia, a mudança para uma economia limpa. O que nosso governo está fazendo é atraso e reacionarismo, é manter uma situação passada, que não tem o menor sentido e que nos impede de ganhar dinheiro com um negócio novo. É um espanto para mim, que sou patriota e quero o bem do meu país, ter um governo que trabalha contra a riqueza do Brasil”, disse.

O Primeiro Festival Literário de Bananeiras, organizado pela Prefeitura de Bananeiras, tem como objetivo estimular literatura local e prestigiar nomes estaduais e nacionais, promovendo também a cultura e o turismo da região. Na programação, constam nomes como a jornalista Míriam Leitão, a cientista política Mônica Sodré e o escritor Laurentino Gomes, entre outros. A programação do evento é gratuita e conta com oficinas, lançamento de livros, contação de histórias, saraus, mesas redondas e outras atividades.

Com Felipe Nunes – Polêmica PB

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627