Nice Almeida – Uma complicação só

Publicado em segunda-feira, agosto 29, 2011 ·

nice

Uma complicação só. É assim que muitas pessoas definem a própria vida. O que elas não entendem é que a complicação está é nelas. Vejam o exemplo do deputado estadual Toinho do Sopão: a Vossa Excelência – vou chamá-lo assim porque depois ele pode querer sair distribuindo ‘petelecos’ em mim – tinha tudo para ter uma vida sossegada dentro da Assembleia Legislativa e da política, mas vive se complicando.

Vossa excelência começou a se complicar antes mesmo de assumir o mandato para o qual foi eleito em votação histórica. Após apoiar Ricardo Coutinho no primeiro turno deu as mãos a José Maranhão e anunciou apoio ao peemedebista.

Um dia depois do anúncio o deputado, sob ameaça de perder o mandato – já que o mesmo pertence ao partido e não ao político – voltou atrás e abraçou novamente a candidatura do socialista atualmente governador.

Com a vitória de Coutinho nas urnas tudo ficou mais fácil e Toinho decidiu que era daquele lado mesmo que ele deveria ficar. No entanto, passados alguns meses ele vem a público e anuncia que agora é independente e, portanto, não pertence nem a bancada de situação e nem a de oposição.

Depois, irritado com o jornalista Tião Lucena que chamou a esposa do ilustre deputado de “dita cuja” (Ui! Desculpem falar palavrão!), Toinho do Sopão soltou os cachorros na Casa Epitácio Pessoa e disse que se pegasse o jornalista dava-lhe uns bons petelecos.

Aí para complicar ainda mais o emaranhado criado por ele mesmo, o parlamentar cometeu a sua primeira grande mancada durante votação de um projeto importante.

No momento da votação sobre a permuta do terreno da Acadepol com outro no bairro do Geisel em João Pessoa, o presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Marcelo, pediu que ficassem de pé aqueles que votavam contra a proposta do Poder Executivo.

Mesmo vendo que estavam de pé apenas deputados da oposição Toinho do Sopão levantou-se e assim permaneceu durante todo o momento da contagem de votos.

Vendo depois a repercussão que a atitude teve o deputado simplesmente voltou atrás e disse que…errou. Afirmou a Vossa Excelência que se equivocou e pediu para que o seu nome constasse na lista dos que votaram a favor ao projeto.

Respondam meu povo: tem alguém que goste mais de complicar a sua vida na política do que Toinho do Sopão?

Esse deputado precisa descobrir porque ele foi eleito. Epa! Acho que me equivoquei. Caso ele tente descobrir para quê foi eleito, ele pode ficar sabendo também que os mais de 55 mil votos recebidos nas urnas foram os famigerados votos de protesto.

E ainda quer ser prefeito de João Pessoa! Que país é esse meu Deus! Porque ainda elegemos Toinho’s, Tiririca’s, Paulo’s Mafuf, Romário’s, etc, etc, etc?…

O texto é de inteira responsabilidade do assinante

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627