NEGÓCIO DA CHINA: Roubo de veículos movimenta R$ 19,4 mi na PB

Publicado em domingo, Janeiro 8, 2012 ·

desmancheUma prática criminosa, violenta e que causa, além de prejuízos materiais, um trauma psicológico para as vítimas, expostas geralmente a armas e ameaças de morte por parte de bandidos, o roubo de carros de luxo e também populares tem assustado os paraibanos e gerado “dividendos” ilícitos para quadrilhas que atuam de forma planejada.

Os números são assustadores e revelam uma atividade criminosa lucrativa. Nos últimos 2 anos, a Paraíba registrou 649 casos de roubos de automóveis, dos mais variados tipos e modelos. Foram 325 em 2010 e 324 no ano passado.

Isso significa que a cada 25 horas um carro foi roubado em algum dos 223 municípios paraibanos, considerando um período de 730 dias. Se considerarmos o valor médio de preço por veículo de R$ 30 mil, um carro popular, percebe-se que esse tipo de atividade criminosa conseguiu ‘movimentar’ mais de R$ 19,4 milhões nos anos de 2010 e 2011.

Os dados são resultado de um levantamento realizado pelo JORNAL DA PARAIBA, com base nos registros de ocorrências das polícias do Estado.

As cidades de João Pessoa, com 212 e 183 roubos nos anos de 2010 e 2011, respectivamente; e Campina Grande com 76 e 103 casos, também em 2010 e 2011, respectivamente, encabeçam a lista das cidades ‘mais visadas’ pelos assaltantes.

De acordo com o estudo, o bairro do Bessa, em João Pessoa, foi o que mais registrou casos de roubos no Estado, com um total de 51 ocorrências. Logo em seguida aparece o Cabo Branco, também na capital, com 45 registros.

No ranking dos mais ‘atrativos’ para os bandidos surge, na terceira colocação, o bairro do Catolé em Campina Grande, com 34 carros roubados durante os 2 anos.

Segundo o delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) do Estado, Leonardo Souto Maior, muitos dos automóveis roubados na Paraíba acabam sendo levados para outros estados do país, como o Pará, Rondônia, o Rio Grande do Norte, o Piauí e para a região que faz fronteira com a Bolívia.

Um dos veículos mais perseguidos pelos criminosos é o Chevrolet Corolla, mas os bandidos também costumam ‘atacar’ Pick-ups, Stradas e Hondas Civic, conforme a polícia.

“Geralmente os carros populares acabam indo para desmanches, aqui mesmo no interior da Paraíba, ou em Estado próximos. Os carros de luxo é que são exportados para fora e roubados por quadrilhas profissionais. Hoje há, na verdade, um misto em termos de ‘importação e exportação’ de carros roubados. De fato as cidades de João Pessoa e Campina Grande concentram a maioria dos roubos, cujo produto é levado para municípios como Patos e outros de menor porte”, disse.

As investigações ainda apontam que em alguns casos os automóveis de luxo roubados acabam sendo trocados por droga em outros estados. O índice de recuperação é de cerca de 80% na região de João Pessoa e 85% em Campina Grande. “A gente vem fazendo parceria com a Polícia Civil muito positiva. Ano passado conseguimos fazer bom trabalho que acabou prendendo quadrilha especializada em adulteração de veículos”, Acrescenta Souto Maior.

Nós trabalhamos na identificação veicular e números significativos de veículos são recuperados com base nos dados do motor e dos chassis. Somente a PRF recuperou 56 carros em 2011 e 41 automóveis em 2010”, informou a inspetora Keila Melo, da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social da Paraíba, Cláudio Lima, foi procurado para comentar os números, mas não foi localizado. Entretanto, no balanço final do ano passado divulgado pela pasta, o roubo de carros aparece, entre outros crimes, como alvo de combate por parte das forças policiais.

“Tivemos um ano difícil, mas mesmo com todas as dificuldades avançamos muito e os resultados são extremamente positivos.

Vamos continuar no empenho para reduzir os índices de homicídios, melhorar a integração entre as polícias e articulação com os demais poderes e a sociedade, dando continuidade a essa gestão focada em resultados”, discorreu Cláudio Lima, no dia 2 de janeiro deste ano.

PB Acontece com Jornal da Paraíba

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627