Na volta ao Morumbi, São Paulo despacha Goiás e avança

Publicado em quinta-feira, Abril 28, 2011 ·

são pauloO São Paulo cumpriu com o protocolo e carimbou seu passaporte para as quartas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, em sua volta ao Estádio do Morumbi, o time treinado por Paulo César Carpegiani venceu o Goiás por 1 a 0, e mesmo jogando sob chuva durante quase 90 minutos, passou de fase na competição nacional.

Sem o lesionado Lucas, o São Paulo repetiu a escalação do jogo de ida. Em relação ao time que derrotou a Portuguesa no último domingo, em partida válida pelas quartas de final do Campeonato Paulista, a única mudança foi a saída do contundido Rodrigo Souto, que deu lugar a Alex Silva, este voltando de lesão.

Novamente Ilsinho e Marlos ficaram responsáveis pela criação do São Paulo, com Dagoberto sendo o atacante centralizado. Com o retorno de Alex Silva, o time voltou a ter três zagueiros em campo. Havia a expectativa de que Luís Fabiano fizesse sua reestreia nesta quarta-feira, mas Paulo César Carpegiani preferiu que o centroavante tivesse mais tempo de treinos.

No primeiro jogo diante da equipe esmeraldina, disputado no Estádio Serra Dourada, o São Paulo já havia vencido por 1 a 0. Com esta nova vitória, os são-paulinos avançaram para o duelo diante do Avaí nas quartas – a CBF ainda divulgará datas e locais das partidas.

A última partida do São Paulo no Morumbi antes desta quarta ocorreu em 13 de março, vitória por 3 a 0 pelo Campeonato Paulista. Desde então, shows de U2, Shakira e Iron Maiden afastaram o time de sua casa – Arena Barueri e Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira receberam a equipe tricolor neste período. As apresentações castigaram o gramado, que apresentou falhas visíveis neste retorno.

O jogo

A partida começou em bom ritmo, com o São Paulo buscando trocar passes para chegar ao ataque. Com apenas 5min, Harlei deixou o gol para evitar escanteio contra o Goiás e sentiu forte lesão. Sem condições de jogo, o goleiro precisou ser substituído por Pedro Henrique. Após cobrança de tiro de canto, o time da casa reclamou de pênalti após chute de Ilsinho acertar o braço de um marcador, mas o juiz mandou o jogo seguir.

O primeiro chute perigoso foi de Casemiro aos 12min, ao se lançado na área, mas Pedro Henrique defendeu. O São Paulo trocava muitos passes, mas a falta de perícia nesse fundamento atrapalhou a criação de jogadas. Aos 18min, o passe foi bem feito. Carlinhos Paraíba roubou bola na falha da saída de bola do Goiás e tocou para Dagoberto arrematar na saída do goleiro.

Depois que o placar foi alterado, o São Paulo passou a assistir o Goiás trocar passes em seu campo de defesa. Quando os visitantes tentavam alguma investida, o time da casa recuperava a bola com facilidade. Jogando pela direita quase como um ponta, Ilsinho criava perigo em jogadas de habilidade, mas sem ligar a um companheiro na área.

O Goiás conseguiu sua melhor chance aos 30min, em cobrança de falta de Marcelo Costa. A bola foi alçada na área, Rogério Ceni não conseguiu afastar e o lançamento passou perto da trave direita do São Paulo. O time da casa criou chance novamente aos 35min a partir de grande lançamento de Carlinhos Paraíba, mas a defesa do Goiás afastou o perigo.

Quatro minutos depois, foi a vez de Alex Silva acertar bom passe em profundidade, para a marcação visitante novamente corrigir a situação. Ceni ainda poderia ampliar em cobrança de falta as 40min, mas o chute passou por cima do travessão.

Segundo tempo

Rhodolfo sentiu dores musculares ainda antes do intervalo e precisou ser substituído por Xandão. Além de zagueiro novo, o São Paulo trouxe dos vestiários uma sonolência que permitiu ao Goiás pressionar em busca do empate. Mais ligada na partida, a equipe goiana teve excelente chance aos 2min, mas Oziel finalizou por cima do gol quando foi lançado sem marcação.

Após a pressão dos primeiros minutos, o time da casa conseguiu equilibrar o jogo, ainda que o Goiás seguisse levando perigo. Insatisfeita com a atuação da equipe tricolor, a torcida são-paulina passou a pedir a entrada de Rivaldo. Aos 20min, repetindo lance do primeiro tempo, o time visitante ameaçou em cobrança de falta em que Ceni saiu mal, mas novamente a bola não foi em direção ao gol.

Aos 23min, Dagoberto teve grande chance de ampliar quando recebeu passe na área, mas exagerou no drible, não conseguiu passe ou finalização e foi desarmado. Com o controle do jogo reassumido, o São Paulo passou a trocar passes no meio de campo, enquanto o Goiás marcava a saída de bola. A torcida passou a vaiar, mas trocou as vaias pelos cânticos quando Rivaldo se aqueceu à beira do campo – Carpegiani foi com o público e colocou o veterano camisa 10 na vaga de Marlos.

O pentacampeão não demorou a mostrar serviço. Aos 40min, a bola saiu de seus pés e encontrou Jean no lado direito da área. No entanto, Pedro Henrique saiu bem e cortou antes que sofresse o segundo gol. O mesmo Jean ainda teve nova chance aos 44min, após jogada entre Dagoberto, Rivaldo e Fernandão; no entanto, errou feio no chute cruzado e mandou para fora. Reclamação? Nas arquibancadas, a torcida cantava e fazia festa.

FICHA TÉCNICA

São Paulo 1 x 0 Goiás

Gols:

São Paulo: Dagoberto, aos 18min do primeiro tempo

São Paulo
Rogério Ceni; Rhodolfo (Xandão), Alex Silva e Miranda; Jean, Casemiro, Carlinhos Paraíba e Juan; Ilsinho (Fernandão) e Marlos (Rivaldo); Dagoberto. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Goiás
Harlei (Pedro Henrique); Rafael Tolói, Ernando e Valmir Lucas; Oziel, Amaral, Zé Antônio (Leandro), Marcelo Costa e Carlos Alberto; Robert e Hugo (Assuério). Técnico: Artur Neto.

Cartões Amarelos
São Paulo: Casemiro
Goiás: Zé Antônio e Leandro

Árbitro
Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Local
Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627