Na ‘metade do mundo’ e com Vargas, Grêmio abre duelo do ano com LDU

Publicado em quarta-feira, janeiro 23, 2013 ·

Luxa e Mello conferem o gramado do Casa Blanca(Foto: Hector Werlang/Globoesporte.com)
Luxa e Mello conferem o gramado do Casa Blanca
(Foto: Hector Werlang/Globoesporte.com)

Pelo simbolismo, bem que Quito deveria encerrar o confronto entre LDU e Grêmio. Ao dividir os hemisférios em Sul e Norte, a capital do Equador está na “metade do mundo”, como chamam os locais. Há, inclusive, uma linha simbólica, igual àquelas dos mapas, marcando o ponto exato de união dos extremos: o marco de 0º de latitude e, claro, 0º de longitude. Uma marcação bem diferente da do meio-campo, lateral, linha de fundo… mas que resume a separação que as duas equipes obrigatoriamente terão em 2013. Quem ganhar continua em busca de mais um título da Libertadores. Ao derrotado, restará a desconfiança e a necessidade de mudar o planejamento da temporada logo no seu início. Mas, calma, a partida decisiva ainda será na Arena, dia 30, em Porto Alegre. Então, pode-se dizer que o começo é pelo meio: quarta-feira, às 22h (horário de Brasília – 19h, no Equador), no Casa Blanca, na “mitad del mundo”.

A preparação de ambas as equipes foi semelhante. As duas começaram a pré-temporada em 3 de janeiro. LDU, em Quito, e o Grêmio, Porto Alegre. Até o clube brasileiro rumar ao local da partida dez dias antes com a intenção de adaptar-se à altitude de 2,8 mil metros. Tão próximos, mas tão distantes, nenhum dos dois permitiu que os treinos derradeiros tivessem presença da imprensa. O mistério foi o ingrediente a completar o duelo que reúne três títulos do torneio sul-americano (só um é da equipe equatoriana).

grêmio ldu quito casa blanca (Foto: Hector Werlang/Globoesporte.com)Na metade do campo, na metade do mundo: Grêmio começa Libertadores (Foto: Hector Werlang)

Saritama, contratado do rival Deportivo Quito, é estrela e a principal dúvida de um time em reformulação com 16 contratações, que afastou Reasco e Urrútia e liberou Bieler, os protagonistas dos títulos da Libertadores (2008), Recopa (2009) e Sul-Americana (2010). Em recuperação de problema muscular na panturrilha direita, o meia não tem presença garantida no time de Edgardo Bauza, recontratado após ter deixado o clube na derrota ao Manchester United no Mundial de quatro anos atrás.

O Grêmio entrará em campo reenergizado pela integração-relâmpago da principal contratação, o atacante Eduardo Vargas, que foi regularizado na terça e, logo depois, tomou um voo para Quito. Outro dado positivo: tem certeza de ter eliminado um grande rival: a altitude.

O período em Quito fez os atletas se adaptarem e, de acordo com o preparador físico Antônio Mello, o risco de terem problemas respiratório é zero. Vanderlei Luxemburgo, então, teve de se preocupar apenas com as partes técnica e tática. Neste sentido, optou por deslocar Pará à lateral esquerda e dar chance a Tony na direita – Alex Telles foi ao banco. O ataque será de dois centroavantes, Willian José e Marcelo Moreno.

O regulamento prevê gol qualificado, portanto, o Tricolor pensa, primeiro, em ganhar, mas considera o empate um bom resultado. O fundamental é marcar gol como visitante.

Wilmar Roldan será o árbitro, auxiliado por Eduardo Diaz e Alexander Guzman – trio da Colômbia. A RBS TV transmite para o Rio Grande do Sul. O SporTV passa a partida para todo o Brasil. O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partida em Tempo Real.

header as escalações 2

LDU: o técnico Edgardo Bauza só tem a dúvida de Saritama no ataque. De resto, o time está definido, o que não garante entrosamento. Afinal, praticamente um grupo inteiro foi contratado para esta temporada. De alento aos equatorianos, ficaram as boas atuações da equipe nos amistoso preparatórios. O time: Dominguez; Canuto, Morante e Araujo; Madrid, Vera, Hidalgo, Vitti e Rojas; Feraud (Saritama) e Garcés.

Grêmio: Vanderlei Luxemburgo tinha uma grande dúvida, na lateral esquerda. Apostar no jovem Alex Telles ou improvisar o experiente Pará? Acabou ficando com a segunda opção, com Tony indo para a direita. Vargas começa no banco. O time: Dida; Tony, Saimon, Cris e Pará; Fernando, Souza, Elano e Zé Roberto; Marcelo Moreno e Willian José.

quem esta fora (Foto: arte esporte)

LDU: não há desfalques.

Grêmio: Werley e Léo Gago, suspensos pela Conmebol por confusões na Sul-Americana, estão fora. Já as baixas por lesões nem foram relacionadas para a pré-Libertadores. Bertoglio e Fábio Aurélio, com problemas musculares) e Kleber (recuperação de cirurgia no tornozelo esquerdo) ficaram em Porto Alegre e só poderão ser inscritos numa eventual fase de grupos.

header fique de olho 2
LDU: Garcés. O centroavante tem apenas 22 anos, é da leva de novas contratações, mas já tem grande expectativa depositada em seus pés. E também cabeça. Afinal, é pelos lados de campo que a LDU abastece os seus avantes.

Grêmio: Dida, Cris, Willian José… estreantes no time titular não faltam. Mas quem realmente deixa os tricolores esperançosos começará no banco. Surpresa na delegação, Eduardo Vargas nem treinou na altitude, mas tem a seu favor um histórico de vitória no Casa Blanca, pela final da Copa Sul-Americana de 2011.

header o que eles disseram

Edgardo Bauza, técnico da LDU: Sabemos que eles também não queriam ter a liga como rival. O orçamento deles é maior, mas não quer dizer que não possamos ganhar. Provavelmente será um jogo parecido com o que fizeram contra o Barcelona (Copa Sul-Americana de 2012), é uma equipe que joga junta há algum tempo”.

Souza, volante do Grêmio: “Temos de entender que o confronto se decide em dois jogos. Não adianta querer arriscar tudo aqui. Eles estão na casa deles, tem qualidade e tradição, mas estamos preparados. Temos de buscar o melhor resultado para decidir em casa. Vamos jogar, mas sem se arriscar sem necessidade”.
Globoesporte.com

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627