Na África, Bento XVI volta a falar contra o uso da camisinha e diz que AIDS é ‘um problema ético’

Publicado em sábado, novembro 19, 2011 ·

bento16O papa Bento XVI afirmou neste sábado que a AIDS, que em grande medida afeta o continente africano, exige uma resposta médica, mas considerou tratar-se sobretudo de “um problema ético”, apelando à paz e à reconciliação.

Esta mensagem de Bento XVI consta da exortação apostólica ‘África e Munus’, o documento conclusivo do II Sínodo de Bispos para África e celebrado no Vaticano em 2009, e que foi este sábado lido pelo sumo pontífice na basílica da Imaculada Conceição em Ouidadh, perto de Cotonú (Benim), considerada a primeira catedral de África Ocidental.

Na exortação, de 137 páginas, o papa “lamenta e condena com veemência o tratamento intolerável” que recebem tantas crianças em África e recorda, entre outros, os albinos, as crianças de rua, as crianças soldado, aqueles que são forçados a trabalhar, ainda os considerados bruxos e outros vendidos como escravos sexuais.

O documento tem por base 57 propostas apresentadas por 224 bispos africanos que assistiram ao sínodo, no qual assinalaram – na mesma linha do que havia sido defendido por Ratzinger nos Camarões e Angola, em 2009 – o “não” ao uso do preservativo contra a AIDS.

Na altura, o papa havia dito que a sida não se combate “somente com dinheiro, nem com a distribuição de preservativos que, ao contrário, aumentam o problema”, mas que se vence com “uma humanização da sexualidade e novas formas de conduta”.

As palavras de Bento XVI foram duramente contestadas em vários países ocidentais, que sublinharam que o uso do preservativo é fundamental para prevenir a transmissão da AIDS, num continente onde 27 milhões de pessoas são portadoras deste vírus.

Apesar das críticas, o papa insistiu que a resposta médica não é suficiente porque, considera, o problema “é mais profundo, é ético”.

Correio da Manhã

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627