Municípios vão economizar R$ 30 mi por ano com coleta de lixo compartilhada e aterro sanitário público

Publicado em sábado, março 24, 2018 ·

O presidente da União Brasileira de Municípios (UBAM), Leonardo Santana, garantiu hoje que os municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável (Consides) se reunirão nos próximos dias para debater a adoção da coleta compartilhada de lixo familiar e hospitalar, com o objetivo de baratear em 40% o valor pago pelas 21 prefeituras do Consides às empresas privadas que fazem a coleta dos resíduos sólidos. Serão mais de 30 milhões de reais que serão economizados com essa ação proposta pela UBAM, já que o Consórcio poderá realizar por si só a coleta do lixo de forma compartilhada e depositar esses resíduos num aterro público, que será construído com recursos do governo federal, depois da elaboração do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PGIRS), que deverá ser apresentado até agosto de 2018, tendo sido prorrogado por duas vezes.

Segundo estimativas apresentadas pela UBAM, são desembolsados pelas 223 prefeituras municipais algo em torno de 200 milhões de reais ao ano, com empresas privadas que realizam a coleta em todas as cidades.

Só em 2017, a Prefeitura Municipal de João Pessoa, pagou R$ 24,5 milhões à Empresa Revita Engenharia, sediada em São Paulo, conforme o link abaixo, que contém dados do Sistema Sagres, do Portal do Tribunal de Contas da Paraíba.

https://sagres.tce.pb.gov.br/credores_despesa.php?opcao=0&nome_cnpj=revita&ano_inicio=2017&ano_fim=2018

Para o presidente da UBAM, é com a formação de consórcios de municípios que os gestores podem driblar esses gastos tão excessivos, para garantir mais investimentos na saúde e na educação desses pequenos e sofridos entes federados. Embora, segundo ele, propostas como essa pode demorar pra serem concretizadas, devido à inércia administrativa e a incompetência na gestão dos recursos públicos, que infelizmente são usados sem a menor austeridade, enriquecendo empresas que nem são paraibanas e que não contribuem para o desenvolvimento do Estado.

O Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável (Consides) está sendo formado pelas prefeituras de Alhandra, Bayeux, Caaporã, Capim, Conde, Cruz do Espírito Santo, Cuité de Mamanguape, Ingá, Itabaiana, Juripiranga, Lucena, Mari, Mataraca, Mogeiro, Pedras de Fogo, Pilar, Pitimbú, Riachão do Poço, Santa Rita, Sapé e Sobrado, e é uma das importantes ações da UBAM para o desenvolvimento sustentável desses municípios.

Assessoria 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627