Mulheres de presos poderão dormir em ‘presídio-modelo’ na cidade de Guarabira

Publicado em terça-feira, junho 14, 2011 ·

mulheres-de-presosComo ‘prêmio’ pelo bom comportamento, detentos do Presídio Regional João Bosco Carneiro Júnior, localizado no município de Guarabira, a cerca de 100 quilômetros de João Pessoa (PB), terão a presença das companheiras em datas comemorativas, como Dia das Mães, Dia dos Pais e Natal. De acordo com a decisão do juiz da Vara de Execuções Penais, Bruno Azevedo, as mulheres poderão dormir na penitenciária, chegando no início da noite e saindo no dia seguinte pela manhã. Mas a medida só vale para os presos com bom comportamento. A iniciativa tem o objetivo de ajudar no processo de ressocialização dos presos.

No mês passado, durante o Dia das Mães, 58 presos receberam a autorização para ter a companhia de suas companheiras. Segundo o juiz, as mulheres tiveram de comprovar o vínculo de união estável ou matrimonial para entrar no presídio. “Tudo foi feito dentro da legalidade. As mulheres passaram por um rigoroso processo de revista, para evitar a entrada de armas, drogas e outros objetos”, explicou. “Elas entraram às 16h e saíram 24 horas depois”, completou. Na ocasião, a unidade abrigava 333 presos.

De acordo com Azevedo, a permissão é consequência dos pontos positivos obtidos pela penitenciária de Guarabira, a qual, inclusive, foi a única, na Paraíba, a receber elogios do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), durante inspeção realizada nos presídios do Estado, no início deste ano.

“A penitenciária de Guarabira é tida como modelo na Paraíba”, afirmou o juiz. O número de presos em sala de aula no Presídio João Bosco Carneiro Júnior é de 143, quando a média nacional é de oito. “A visita deve acontecer novamente em outras datas especiais, como Dia dos Pais e Natal”, destacou.

Há desenvolvimento de projetos como fabricação de vassouras com garrafas pet e artesanato no presídio. Os presos também participam ativamente de outros projetos. No presídio, duas vezes na semana, a direção exibe filmes religiosos e temáticos, com conteúdo considerado positivo. “É mais um diferencial do presídio”, frisou Azevedo. Também foi no presídio de Guarabira que nasceu o projeto da tornozeleira eletrônica, a qual deve ser implantada em toda a Paraíba até o final deste ano.

Fonte: Uol
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627