Mulher mais alta do mundo, com 2,33 m, morre na China aos 40 anos

Publicado em quarta-feira, dezembro 5, 2012 ·

A mulher mais alta do mundo, a chinesa Yao Defen, com 2,33 metros, morreu aos 40 anos em novembro, devido a complicações provocadas por um tumor na glândula pituitária, segundo divulgou a imprensa chinesa nesta quarta-feira.

O tumor é o mesmo que provocou seu crescimento acima da média e permitiu que a glândula secretasse de forma excessiva o GH, o hormônio do crescimento, durante a adolescência. Aos 13 anos, Yao já media 1,85 m.

Após uma complexa intervenção cirúrgica, em 2006 os médicos conseguiram extirpar-lhe o nódulo em questão, o que freou sua doença, mas um ano depois reapareceu e sua família não pôde pagar outra operação do tipo por seu alto custo.

Nascida em 1972 e natural da Província de Anhui, no leste da China, Yao pesava cerca de 200 quilos e calçava 55. Devido ao crescimento exagerado, ela sofria hipertensão, várias doenças do coração, desnutrição e osteoporose.

A chinesa não foi considerada a mulher mais alta do mundo até o ano 2011, quando Guiness, o livro dos recordes, certificou o fato.

Wang Shilong/Associated Press
Yao Defen, de 2,23m, com um irmão mais velho em hospital de Anhui, na China; ela morreu em novembro
Yao Defen, de 2,23m, com um irmão mais velho em hospital de Anhui, na China; ela morreu em novembro

 

 

Folha

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627