Mulher diz que filho pediu para que não atirassem no pai; os dois morreram abraçados

Publicado em segunda-feira, Março 5, 2012 ·

Adriana Alves, que teve o marido e o filho assassinados neste domingo (4), contou que o filho pediu que não atirassem no seu pai. “Ele foi pra frente do pai e se agarrou”. O crime aconteceu no bairro Valentina Figueiredo em João Pessoa.

A execução aconteceu em frente a outros membros da família que não puderam fazer nada. As vítimas foram identificadas como Marcondes da Silva Santos de 48 anos e o filho dele, Marcondes da Silva Santos Júnior de 16 anos. Os dois estavam em casa assistindo televisão, quando a residência foi invadida por três homens que pretendiam matar o pai a tiros, o filho foi defendê-lo e também foi assassinado.

De acordo com Adriana, a família tentou segurar a porta, mas não conseguiram e então correram para o quarto. “Deram um tiro no peito do meu filho. Ele caiu agarrado com o pai, então os assassinos atiraram várias vezes no meu marido”, conta emocionada.

Os acusados estavam encapuzados e fugiram sem ser reconhecidos pela polícia.

Adriana acredita que o marido e o filho tenham sido executados porque Marcondes tinha amizade com um policial e ainda fazia o serviço de transporte escolar para filhos de policiais. A hipótese é que os bandidos acreditavam que o motorista seria um ‘informante da polícia’ das ações dos bandidos na localidade.

Paraíba.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627