Ministério da Saúde repassará R$ 8 mi à Paraíba para criação de quatro Unidades de Pronto Atendimento

Publicado em sábado, julho 30, 2011 ·

saude4A Paraíba receberá repasse de R$ 8 milhões para instalação de quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de porte 2 em Bayeux, Patos e João Pessoa. Além da Paraíba, outros 14 estados receberão UPAs (AL, AM, BA, CE, ES, GO, MT, PA, PI, RJ, RO, RS, SC e SP). Ao todo foram autorizadas 35 unidades. As unidades garantem um atendimento eficaz às urgências e estão mais próximas da residência da população. A experiência mostra que 97% dos casos atendidos em uma UPA são resolvidos na própria unidade.

Na Paraíba, as unidades funcionarão nos endereços: Av. Liberdade s/n SESI, em Bayeux; Loteamento Jardim Cel. Miguel Satyro, Bairro Jatobá, em Patos; Rua Estevão Lopes Galvão, Valentina, em João Pessoa e BR 230, Oitizeiro, também na Capital. As unidades de porte 2, que serão instaladas no Estado têm até 12 leitos e capacidade para até 300 pacientes diariamente.

A ação faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e do programa Saúde Toda Hora, que está reorganizando a rede de atenção às urgências do Sistema Único de Saúde. As unidades estão distribuídas em 47 municípios. Elas se somam as outras 478 UPAs já habilitadas em todo o país. Ao todo, 113 já estão em funcionamento e outras 99 estão previstas para serem inauguradas até o final de 2011.

As UPAs 24h oferecem assistência em situações de emergência durante 24 horas por dia, todos os dias da semana. Elas funcionam como unidades intermediárias aos hospitais e ajudam a desafogar os prontos-socorros, ampliando e melhorando o acesso dos brasileiros aos serviços de emergência no SUS. Ao atender um chamado de urgência, o Samu/192 presta o primeiro atendimento ao paciente e o encaminha para as UPAs ou para os hospitais da rede, nas situações mais graves.

Nas portarias publicadas nesta sexta-feira, foram habilitadas 21 UPAs de porte 1, 19 de porte 2 e 13 de porte 3. As de porte I têm até 8 leitos e capacidade para atender até 150 pacientes por dia. E as de porte 3 têm até 20 leitos e capacidade para até 450 pacientes por dia. O repasse previsto pelo ministério para a construção e compra de equipamentos é de R$ 1,4 milhão para cada UPA de porte 1, de R$ 2 milhões para cada uma de porte 2, e de R$ 2,6 milhões para cada uma de porte 3.

Com o ‘Saúde Toda Hora’, a comunicação entre as centrais de regulação, as UPAs e a Unidade Básica de Saúde ou o hospital vai tornar o atendimento ainda mais rápido e eficaz, reduzindo mortes ou sequelas ao paciente. Esse formato de funcionamento integrado entre várias unidades de promoção, prevenção e atendimento à saúde é uma das principais características do novo programa.

Marcelo Rodrigo
com Ministério da Saúde

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627