MEL lamenta 20º assassinato de homossexual na PB, reclama de falhas da Justiça e pede aprovação do PL 122

Publicado em terça-feira, outubro 8, 2013 ·

mangabeiraO presidente do Movimento do Espírito Lilás (MEL), Renan Palmeira, lamentou o 20º assassinato de homossexual na Paraíba só em 2013, reclamou das falhas da justiça em buscar os responsáveis e clamou a aprovação da PL 122.

Em entrevista ao portal Paraíba.com.br nesta terça (8), Palmeira destacou que a cada ano a população assiste esses crimes homofóbicos e com resquícios de crueldade e, segundo ele, não existe perspectiva e combater e condenar os acusados. A 20ª vítima foi encontrada morta dentro de sua residência no bairro de Mangabeira neste domingo (6).

 

“São crimes com características de ódio mesmo”, lamenta. O presidente apontou que o movimento acompanha os inquéritos e reclamou que a maioria dos que foram apontados os autores, não são julgados, caem no esquecimento, têm o inquérito mal feito ou falta interesse do poder público.

 

Palmeira lembrou dos casos de um ex-Policial Militar que matou quatro travestis em Patos e que após o cancelamento do julgamento agora está em liberdade. Ele lembrou também do caso do homossexual assassinado na Rua da Areia em 2005 e faltam provas para condenar o autor do crime. “Faltam julgamentos decentes, interesse da segurança pública em combater de fato a homofobia e, além disso, falta uma legislação específica no código penal brasileiro que condene a homofobia como crime”, diz.

“Estamos lutando pelo PL 122 que busca criminalizar a homofobia e é uma luta que o movimento vem travando nacionalmente”, conta.

Marília Domingues

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627