Médicos estrangeiros seguem para as cidades onde vão atuar na PB

Publicado em segunda-feira, setembro 23, 2013 ·

 (Foto: Daniel Peixoto/G1)
(Foto: Daniel Peixoto/G1)

Os médicos formados no exterior que vão trabalhar na Paraíba pelo programa ‘Mais Médicos’ já foram encaminhados para os municípios onde atuarão. A Secretaria de Saúde do estado informou nesta segunda-feira (22) que 11 dos 13 profissionais já estão com os registros em mãos. Os dos outros dois não foram liberados ainda porque o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) constatou pequenos problemas na documentação apresentada, apesar do órgão ter divulgado na sexta (20) que todos os pedidos haviam sido deferidos.

A chefe de Núcleo da Gerência de Atenção Básica da SES, Gilvânia Alves, explicou que o problema foi apenas em algumas cópias dos documentos dos médicos. “Até a terça (24) estes que estão com pendências devem ser liberados”, afirmou. Segundo ela, o CRM-PB não colocou nenhum tipo de empecilho para conceder o registro provisório, com validade de três anos, para os médicos.

Doze médicos estrangeiros e um brasileiro formado fora do país chegaram em João Pessoa no dia 14 de setembro. Na segunda (16) eles começaram um processo de treinamento, onde aprenderam sobre a cultura local e como funciona a gestão do Sistema de Saúde. O Ministério da Saúde determinou esta segunda-feira como data para eles começarem a atuar nas cidades.

De acordo com o Ministério da Saúde, os que não ainda não podem atender porque não estão com os registros foram encaminhados para os municípios também para que possam ir se habituando com o ambiente onde vão trabalhar.

Esses profissionais irão atuar nas cidades de Água Branca, Areia, Baía da Traição, Cacimba de Dentro, Aguiar, Baraúna, Damião, Gado Bravo, Pedra Lavrada, Picuí, Santana de Mangueira, Serra Grande e Taperoá.

Desistências
No começo de setembro, profissionais formados no Brasil começaram a atuar pelo ‘Mais Médicos’ na Paraíba. No total, 47 médicos deveriam atender em municípios do estado. No entanto, de acordo com a Gerência de Atenção Básica da SES, apenas 37 estão trabalhando.

Gilvânia Alves explicou que cinco deles não chegaram sequer a se apresentar. Outros cinco se apresentaram nas cidades e depois desistiram de participar do programa.

 

G1 PB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627