Maranhão acusa RC de rejeitar porto de águas profundas e fábrica da Fiat

Publicado em terça-feira, dezembro 27, 2011 ·

zé maranhão1O ex-governador José Maranhão (PMDB) acredita que o governador Ricardo Coutinho (PSB) rejeitou a instalação de porto de águas profundas – e a fábrica da Fiat, por tabela – para não “desgostar” seu vizinho e correligionário Eduardo Campos, governador de Pernambuco.

“Foi isso mesmo, foi para não desgostar”, disse Maranhão, que também fez alusão a proibição da contratação de paraibanos nos quadros da montadora de automóveis.

“Além do coice, queda”.

Para Maranhão, só mesmo o vínculo político entre Campos e Coutinho explica a rejeição do governador paraibano em lutar pelo porto de águas profundas.

“Quem quiser ver o que é um porto de águas profundas vá a Pernambuco, vá a Ceará”, apontou Maranhão, que acrescenta:

Ele reforçou que, sem os atrelamentos políticos, não dá para entender o porque de Ricardo Coutinho pregar que a Paraíba não comportar um porto.

“Se tivesse feito o porto, a fábrica da Fiat ficaria aqui”, aposta Maranhão, reforçado que não se trata apenas de um ancoradouro.

”Seria um motor de atração de investimentos, abrindo espaço para novo distrito industrial”.

portalcorreio

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627