Manoel Junior diz que demissões no Trauma são frutos da incompetência e perseguição política da atual gestão

Publicado em sexta-feira, julho 22, 2011 ·


manoel juniorO deputado Manoel Junior (PMDB) postou no Twitter, fortes críticas ao Governo do Estado e a Cruz Vermelha, entidade contratada pelo governador, para administrar o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, e que prometeu, em entrevista coletiva no último dia 13, que não iria demitir nenhum funcionário, mas mesmo assim, nesta quinta-feira, 21, demitiu cerca de 100 funcionários.

Manoel Junior classifica como caótica, a situação da saúde pública na Paraíba. “No Hospital de Trauma, a situação é muito pior, por incompetência de gestão a instituição está tendo que ser administrada por uma entidade que se diz ser a Cruz Vermelha”.

Segundo o parlamentar, até 31 de dezembro do ano passado, o Trauma oferecia um atendimento médico exemplar e tinha uma diretoria altamente competente. A eficiência do atendimento do Hospital se devia a três fatores fundamentais: a organização da gestão, apoio material necessário e recursos humanos no tamanho, na competência e na conta certa para o porte da instituição.

“Hoje, o que vemos no Hospital de Trauma, é a incompetência de gestão, perseguição política a funcionários e a falta de estrutura material. Falta antibiótico, sabão líquido, papel toalha, entre outros”, lamenta Manoel Junior.

“Quero aqui me solidarizar com os funcionários demitidos do Hospital de Trauma, que sempre vestiram a camisa da instituição, e mesmo assim, foram vítimas por perseguição política deste governo intolerante e ditatorial instalado na Paraíba há quase sete meses”.

Assessoria de Imprensa para o Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627