Manoel Junior cotado para assumir ministério do Turismo

Publicado em quarta-feira, setembro 14, 2011 ·

Manoel_Junior_814507017O deputado federal Manoel Junior (PMDB-PB) está cotado para assumir o ministério do Turismo em substituição ao ministro Pedro Novais, que deverá ser demito pela presidente Dilma Rousseff (PT) nas próximas horas.

Manoel Junior está numa lista tríplice encaminhada pelo PMDB à presidente Dilma. Ele foi comunicado que seu nome está na lista pelo líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Em contato com a imprensa, Manoel Júnior confirmou o fato e disse que ficou surpreso com a indicação, mas ressaltou que seu nome está sempre à disposição do PMDB.

“Fui comunicado por Henrique Alves que meu nome está na lista tríplice entregue a Dilma. Fiquei surpreso com a indicação, mas meu nome está sempre à disposição do partido para qualquer missão”, declarou.

Ainda segundo Manoel Júnior, a lista será analisada por Dilma nas ultimas horas.

Crise

A situação de Novais ficou insustentável no Planalto e dentro de seu próprio partido depois de duas revelações da Folha: a de que ele pagou com dinheiro público o salário de sua governanta por sete anos e a de que sua mulher usa irregularmente um funcionário da Câmara dos Deputados como motorista particular.

O Palácio do Planalto espera para hoje a saída de Novais. A peemedebistas, Alves afirmou que o ministério fica, mas a reputação dele [Novais] não.

Após a conversa com o líder, Novais ficou de dar uma nova resposta até as 15h. O deputado negou que os dois já tenham redigido uma carta de demissão a ser entregue para a presidente Dilma Rousseff.

Há nove meses, Novais já havia sido acusado de custear as despesas de um motel com dinheiro da Câmara.

Recentemente, sua pasta esteve no centro de investigação policial que prendeu vários servidores e quase toda a cúpula do Ministério.

DILMA

Em evento na manhã de hoje, a presidente Dilma Rousseff afirmou que Novais ainda não deu explicações sobre as denúncias.

Dilma afirmou que “providências” serão tomadas hoje. “Primeiro a gente pede as explicações cabíveis. Eu voltei hoje de São Paulo [ela retornou na noite de ontem a Brasília], vamos encaminhar isso, avaliar qual é a situação e aí tomar as medidas cabíveis de forma muito tranquila”, disse a presidente.

A nomeação de Pedro Novais nunca foi vista com entusiasmo por Dilma. A indicação só vingou porque Eduardo Alves, líder influente na bancada, chancelou o nome do aliado.

Caso realmente deixe a pasta, essa será a quarta baixa no ministério de Dilma Rousseff relacionada a suspeitas de irregularidades.

Cristiano Teixeira
WSCOM Online

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627