em Tambauzinho

Mais quatro idosos são resgatados no abrigo Cuidarte em João Pessoa

Publicado em quarta-feira, Abril 7, 2021 ·

Depois da interdição no último domingo, 4, pelo Ministério Público da Paraíba, o abrigo de idosos Cuidarte, em Tambauzinho, continuava sendo o local de morada de quatro idosos que foram transferidos hoje para hospitais da capital. De acordo com a promotora de Justiça Sônia Maia, dos quatro idosos, um foi transferido para o Hospital Padre Zé; dois para a Casa de Apoio do Instituto Padre Zé e um para o Hospital São Luiz. Eles serão submetidos à testagem de Covid-19. Um dos moradores que foi transferido hoje para o hospital já havia sido diagnosticado com coronavírus no último domingo, mas ainda assim permanecia na instituição.

Conforme a promotora, dos 39 idosos que estavam na instituição, foram transferidos 23 para o Hospital Padre Zé, um está internado no Complexo Hospitalar de Mangabeira (Trauminha), uma idosa no Hospital de Trauma e um no Hospital São Luiz. Além disso, três faleceram, sendo dois no abrigo e um no Hospital Santa Isabel. As circunstâncias das mortes estão sendo investigadas. Os demais idosos foram levados pelas respectivas famílias.

A promotora disse ter ficado surpresa ao encontrar o idoso que testou positivo para a Covid-19 no abrigo no fim da manhã de hoje. Ela mesma havia se encarregado de informar à Secretaria Estadual de Saúde a respeito da condição dele e solicitou uma vaga para a internação dele, o que acabou não acontecendo.

No domingo, os idosos foram encontrados com quadro de desidratação, desnutrição e ferimentos pelo corpo, alguns em decorrência de úlceras de pressão, as escaras, que surgem devido a problemas de circulação quando o paciente passa muito tempo acamado. A abrigada levada ao Hospital de Trauma teve fratura do fêmur causada por uma queda sofrida quando ela sentou em uma cadeira quebrada.

O Cuidarte funcionava de forma clandestina, segundo informaram as autoridades. O responsável pelo abrigo chegou a ser preso no domingo, mas passou por audiência de custódia e vai responder em liberdade.

A interdição ocorreu durante fiscalização do Ministério Público da Paraíba e Vigilância Sanitária Municipal. Também participaram representantes do Conselho Municipal do Idoso e equipe do Hospital Padre Zé.

 

parlamentopb

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627