na Argentina

Macri aumenta salário argentino e congela a gasolina após derrota

Publicado em quarta-feira, agosto 14, 2019 ·

Em resposta à contundente vitória da oposição nas eleições primárias do último domingo, o presidente Maurício Macri anunciou nesta quarta-feira uma série de medidas econômicas para tentar aliviar o bolso dos argentinos que o castigaram nas urnas. Entre as ações anunciadas pelo presidente estão o aumento do salário mínimo, bônus salariais para funcionários públicos, o alívio da carga tributária para a classe média e o congelamento por 90 dias do preço da gasolina e dos combustíveis em geral.

Em um breve pronunciamento, Macri prometeu “trazer alívio para 17 milhões de pessoas” e pediu desculpas pelas declarações que deu na segunda-feira, quando se eximiu de responsabilidade e culpou a oposição pela má reação dos mercados ao resultado das primárias, que foram uma prévia da eleição presidencial de 27 de outubro. Na ocasião, o presidente foi muito criticado por passar a impressão de que não respeitava o pronunciamento dos argentinos nas urnas. Agora, disse que fez “autocrítica”.

— Respeito profundamente a decisão dos argentinos — disse Macri nesta quarta. — Quero pedir desculpas pelo que disse na entrevista coletiva da segunda-feira. Hesitei em dar a entrevista porque ainda estava muito afetado pelo resultado das eleições, estava sem dormir e triste —justificou-se.

Depois, referiu-se à derrota eleitoral:

— Quero que saibam que os entendi e que respeito profundamente os argentinos que votaram em outras alternativas ou votaram em nós em 2015 e agora escolheram não nos acompanhar.

Entre as medidas anunciadas pelo mandatário estão um bônus de 5 mil pesos (R$ 345) para funcionários públicos; redução do imposto de renda pago pelos aposentados; aumento das bolsas para estudantes do ensino técnico e superior; abatimento dos impostos para famílias com dois filhos que ganhem até 80 mil pesos (R$ 5.400) por mês; aumento da faixa de isenção do imposto de renda; redução de 50%  dos impostos dos trabalhadores autônomos; e dois bônus extras mensais de 1.000 pesos (R$ 68) por filho para famílias de trabalhadores informais e desempregados, que serão pagos em setembro e outro.

OGlobo

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS









ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627