Luiz Couto recebe carta de solidariedade da Associação de Presbíteros do Brasil

Publicado em segunda-feira, dezembro 5, 2011 ·

A iniciativa se deve às constantes ameaças sofridas pelo parlamentar

Comunidade Talita - 10-04-2012 019A Associação Nacional de Presbíteros do Brasil (ANPB) enviou carta de solidariedade ao padre-deputado federal Luiz Couto (PT), datada de 25 de novembro, por causa das constantes perseguições sofridas.

“É uma vergonha que os cidadãos de bem e que lutam pela defesa dos direitos da população tenham que ficar encarcerados e os bandidos soltos matando e roubando”, diz um trecho da correspondência assinada pelo presidente da entidade, padre José Maria Ribeiro

No dia 10 de novembro, a Agência de Notícias da Câmara dos Deputados publicou reportagem especial citando o paraibano Luiz Couto entre os parlamentares atualmente ameaçados de morte no Brasil (http://www.focandoanoticia.com.br/2011/11/11/ameacado-de-morte-padre-deputado-vive-em-prisao-domiciliar-e-so-sai-de-casa-escoltado-pela-policia-federal/).

Confira a carta na íntegra:

Caríssimo Deputado, Pe. Luiz Couto!

“Felizes sereis quando vos insultarem e PERSEGUIREM…” (Mt 5,11).

Nós, Presbíteros da Associação Nacional de Presbíteros do Brasil – ANPB, vimos por meio deste solidarizar-nos com você neste momento de grande prova pela qual está passando, vítima de um sistema corrupto que, cada vez mais vai corroendo as estruturas democráticas do País e destruindo a VIDA das pessoas de bem que lutam por dignidade humana, vida e segurança para todos.

É uma vergonha que em pleno século 21 e no terceiro milênio, ainda constatemos na sociedade pós-moderna situações tão degradantes em relação ao crime organizado, cada vez mais ousado.

É uma vergonha que os cidadãos de bem e que lutam pela defesa dos direitos da população tenham que ficar encarcerados e os bandidos soltos matando e roubando.

É uma vergonha que num País como o nosso, “Pátria amada”, nossa casa, pessoas que denunciam o crime organizado e toda forma de podridão tenham que sair do País por medo de serem assassinados e outros, como é o caso de alguns bispos, presbíteros, leigos comprometidos com a defesa dos injustiçados e até deputados como é o seu caso, terem de ser escoltados por causa dos criminosos que perseguem as pessoas de bem.

Queremos reafirmar nosso total e irrestrito apoio a você, Padre Luiz Couto e dizer-lhe que a ANPB comunga com sua posição de homem público a serviço dos valores éticos, morais e evangélicos neste País de proporção continental.

Afetuosamente no Senhor.

25 de novembro de 2011

Pe. José Maria Ribeiro

Presidente da ANPB

Redação/Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627