Luiz Couto defende obrigatoriedade do diploma para atuar como jornalista

Publicado em quinta-feira, setembro 19, 2013 ·

luiz coutoO deputado Luiz Couto (PT-PB) ocupou a tribuna da Câmara Federal para fazer uma saudação especial à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), que neste dia 20 completa 60 anos de existência.

Couto disse ser importante celebrar essa data com a sociedade brasileira, “pois há anos a Fenaj vem demonstrando a sua grande força na defesa da liberdade de expressão, da democracia, no combate à violência, à corrupção, à impunidade e pela transparência no uso dos recursos públicos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O parlamentar ressaltou que uma dessas lutas é em torno da “equivocada decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de não exigir a obrigatoriedade do diploma superior de jornalismo para o exercício da profissão”.

Lembrou que, particularmente, é contra a decisão do STF e que por isso está empenhado para que o projeto de lei que exige o diploma de nível superior seja aprovado, a fim de que a classe possa exercer plenamente a sua profissão.

Luiz Couto também defendeu a aprovação da proposta que institui o Piso Nacional dos Jornalistas, bem como o combate à violência contra esses profissionais que, segundo ele, tem gerado perseguição e morte de muitos jornalistas.

Couto concluiu as felicitações à Fenaj parabenizando o Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Paraíba (Sindjor-PB), presidido por Rafael Freire; à Federação dos Jornalistas da América Latina e Caribe (FEPALC), dirigido por Celso Schröder; e à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ), na pessoa da secretária geral Beth Costa.

Assessoria de Luiz Couto 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627