Lixeiro que cantou ‘Ai, se eu te pego’ para mulher de policial é assassinado

Publicado em sábado, Março 10, 2012 ·

O lixeiro Elinton Miranda Passos, de 22 anos, foi assassinado na noite da quarta-feira (7) em Votuporanga, no interior de São Paulo. Ele ficou conhecido após ser detido em janeiro deste ano, depois de cantar a música “Ai se eu te pego”, de Michel Teló, à esposa de um policial. Na época, Elinton foi liberado após prestar esclarecimentos e respondia em liberdade por desacato.

Elinton ficou ‘famoso’ depois de ser preso por cantar um trecho da música ‘Ai se te pego’, de Michel Teló, para a mulher de um policial, em janeiro. “Não foi minha intenção constranger ela em nenhum momento. Como o trabalho é cansativo, a gente canta e faz a coreografia para passar o tempo mais rápido. Não quis ofender ninguém”, disse o lixeiro, que é fã de Michel Teló.

A vítima foi atendida e encaminhada para a Santa Casa de Votuporanga, mas não resistiu aos graves ferimentos. A Polícia Militar diz que o assassinato pode ter acontecido após um desentendimento entre os dois homens. O caso será investigado

A suspeita da policia, segundo depoimentos de testemunhas e familiares, é que o atual marido da ex-mulher do lixeiro tenha disparado os quatro tiros que mataram a vítima. O homem está sendo procurado pela polícia.

Entenda a história:

O lixeiro Elinton Miranda Passos, 22 anos, foi detido em Votuporanga, depois de cantar um trecho da música “Ai Se Eu Te Pego”, de Michel Teló, para a mulher de um policial.

 

“Não foi minha intenção constranger ela em nenhum momento. Como o trabalho é cansativo, a gente canta e faz a coreografia para passar o tempo mais rápido. Não quis ofender ninguém”, disse o lixeiro, que é fã de Michel Teló.

 

A ocorrência aconteceu na noite de quinta-feira. Segundo informações do delegado responsável pelo caso, Ali Hassan Wanssa, o lixeiro teria desrespeitado também o policial com palavrões. “Ele desacatou o policial. Isso também é grave”, disse ele. Segundo o boletim de ocorrência, o policial fazia caminhada com a família próximo ao Cemitério Municipal, no Residencial Friozi, quando o lixeiro, que trabalha para uma empresa prestadora de serviço da prefeitura começou a cantar o “hit”. Ele teria cantado o trecho “delícia, delícia. Assim você me mata. Ai se eu te pego. Ai, ai, se eu te pego”, quando o policial chamou a atenção do lixeiro.

 

Ainda segundo o boletim, ao saber que se tratava de um policial, o lixeiro começou a xingá-lo. A polícia foi chamada e levou Elinton até a delegacia.

 

O lixeiro tem passagens pela polícia por furto e por porte ilegal de arma. Ele foi liberado depois de prestar depoimento e vai responder em liberdade por desacato e injúria.

O delegado disse que o policial ofendido é muito respeitado na cidade. “Ele é um policial exemplar e profissional. Acho que as pessoas perderam o respeito pelas autoridades. Entretanto, agimos com imparcialidade, mesmo se tratando de uma ocorrência envolvendo um policial ”, disse o delegado. O nome do policial não foi revelado pela polícia.


Fonte: Bom Dia Bauru
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627