Jornalista argentino morre em batida durante perseguição policial em SP

Publicado em quarta-feira, julho 9, 2014 ·

O argentino Jorge "Topo" López participava da cobertura da Copa do Mundo (Reprodução / Twitter)
O argentino Jorge “Topo” López participava da cobertura da Copa do Mundo (Reprodução / Twitter)

O jornalista argentino Jorge “Topo” López, de 38 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira, em São Paulo, quando o táxi em que ele se encontrava foi atingido por um veículo ocupado por bandidos que fugiam da Polícia Militar. Jorge estava no Brasil para participar da cobertura da Copa do Mundo para a rádio “La Red” e o jornal “Olé”, da Argentina, e o jornal “Sport”, da Espanha.

O taxista, que sofreu apenas uma lesão no ombro, contou à polícia que o jornalista argentino havia iniciado a corrida no Jardim Paulista, na zona oeste da capital, e seguia para o Hotel Bristol, em Guarulhos, onde estava hospedado. O acidente ocorreu no cruzamento da Avenida Tiradentes e a Rua Barão de Mauá, no centro de Guarulhos, por volta das 1h30 (de Brasília).

O táxi em que López estava foi atingido por um carro roubado que fugia de uma perseguição da PM. Após o choque, o táxi rodou e se chocou contra um poste. Com o impacto, o jornalista argentino, que estava no banco traseiro, foi arremessado para fora e morreu na hora. Os três ocupantes do veículo não sofreram ferimentos, e foram levados ao 1º DP de Guarulhos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O “Olé” divulgou uma nota lamentando a morte do jornalista, e disse que “o jornalismo inteiro está de luto”. A rádio “La Red” se disse comovida e em profunda dor por causa do acidente. A Associação de Futebol da Argentina (AFA) também manifestou luto e afirmou que se solidariza com os colegas de trabalho de Topo e com sua esposa, a também jornalista Veronica Brunati.

O técnico argentino Diego Simeone, do Atlético de Madrid, lamentou a morte do jornalista por meio das redes sociais. A esposa de López, Veronica Brunati, que também está no Brasil para a cobertura da Copa do Mundo, ficou sabendo do acidente por meio da publicação de Simeone, e se mostrou bastante chocada com a notícia.

– Não se foi apenas um grande jornalista, se foi também um amigo. Muita dor. Minhas condolências a Veronica Brunati e família. Descanse em paz, Jorge “Topo” López – escreveu Simeone.

– Diego, não me diga isso. Por favor, alguém me ligue – respondeu Veronica.

Pelo Twitter, Diego Simeone lamentou a morte do jornalista argentino Jorge "Topo" López  (Foto: Reprodução / Twitter )Pelo Twitter, Diego Simeone lamentou a morte do jornalista argentino Jorge “Topo” López (Foto: Reprodução / Twitter )
A esposa de Jorge "Topo" López ficou sabendo da morte do jornalista por meio do Twitter (Foto: Reprodução / Twitter )A esposa de Jorge “Topo” López ficou sabendo da morte do jornalista por meio do Twitter (Foto: Reprodução / Twitter )

López é o segundo jornalista argentino vítima de um acidente automobilístico durante a Copa do Mundo no Brasil. Na madrugada do dia 2 de julho, Maria Soledad Fernandez, de 26 anos, morreu em um acidente enquanto viajava de São Paulo a Belo Horizonte. Ela deixava a capital paulista após participar da cobertura de Argentina x Suíça, na Arena Corinthians, para a DirecTV. O acidente ocorreu no km 619 da Rodovia Fernão Dias. O carro capotou e caiu em uma ribanceira. Maria morreu na hora, e os outros dois ocupantes do veículo tiveram apenas ferimentos leves.

Amigo de Messi

O argentino Jorge López mantinha uma relação de amizade com Lionel Messi. O jornalista, mais conhecido como Topo no meio esportivo, era responsável por fazer entrevistas com o craque do Barcelona para o “Olé”. Segundo o jornal argentino, Topo conheceu o jogador durante o período em que viveu em Barcelona, e se surpreendeu com o talento daquele que viria a se tornar o  grande astro da Alviceleste.

Ao notar que estava diante de um dos maiores talentos do futebol atual, Topo passou a entrevistar Messi com frequência, e uma relação de forte amizade surgiu entre os dois. Quando o jogador se consagrou como o melhor do mundo, o argentino era um dos repórteres mais próximos do craque. O camisa 10 demonstrava confiança e espontaneidade durante as entrevistas com López, e costumava falar abertamente sobre sua carreira com o jornalista e amigo.

Jorge "Topo" López entrevista o craque argentino Lionel Messi, em foto de 2009 (Foto: Reprodução / Twitter )Jorge “Topo” López entrevista o craque argentino Lionel Messi, em foto de 2009 (Foto: Reprodução / Twitter )
Por 

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS
















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627