Jornal é condenado por chamar rádio comunitária de “pirata”

Publicado em segunda-feira, junho 18, 2012 ·

A ZERO HORA EMPRESA JORNALÍSTICA LTDA e RBS TELEVISÃO, que operam em Porto Alegre (RS), foram condenadas, em maio do ano passado, ao pagamento da quantia de R$ 15 mil reais a título de danos morais, por causa duma matéria levada ao ar em janeiro de 2007, em que acusava a  Rádio Jovem Comunitária de Guaíba de interferir nas operações aeronáuticas daquela região.

            Na matéria, o conceituado repórter GIOVANI GRIZZOTI, da RBS, classificou a emissora comunitária como “rádio pirata” e informou que o sinal da Rádio Guaíba FM interferia na comunicação entre pilotos de aeronaves e a torre de comando do aeroporto da capital gaúcha.
            A ação foi proposta pelo CONSELHO CULTURAL E ARTÍSTICO PEDRAS BANCAS e por WALTER LUIS LOPES, um dos diretores da rádio comunitária à época. “(…) indenização nem tão grande que se converta em fonte de enriquecimento, nem tão pequena que se torne inexpressiva, mas que represente severa reprimenda a desestimular a reiteração do ilícito”, escreveu o juiz Giovanni Conti, que prolatou a sentença.
(Texto: Dalmo Oliveira)
radiozumbijp

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627