Janduhy Carneiro alega perseguição política e admite deixar PPS de ‘forma consensual’

Publicado em sexta-feira, Março 9, 2012 ·

O deputado estadual Janduhy Carneiro disse que poderá deixar o PPS por causa das perseguições que o grupo dele e do ex-presidente José Bernardino vem sofrendo, com a destituição de comissões provisórias que foram formadas por eles no interior do Estado

Ele afirmou que antes de tomar uma decisão final, pretende ir a Brasília conversar com a executiva nacional para sair de forma consensual, para não ferir a lei da fidelidade partidária. Janduhy salientou que ele e Bernardino não se alinham com o grupo que vai assumir o comando do partido nesta sexta-feira (dia 9), durante um congresso que vai eleger a deputada Gilma Germano a presidência do diretório estadual.

Ele disse que não vai participar do Congresso e que as perseguições contra ele e Bernardino começaram quando eles divergiram das orientações que vinham do Palácio da Redenção, um problema que vem se agravando a cada dia.

 

paraiba.com

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627