‘Jamais usaria uma situação constrangedora dessas como trampolim político’, garante Veneziano

Publicado em sábado, agosto 12, 2017 · Comments 

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), nesta sexta-feira (11), assegurou que não utilizará o seu afastamento do partido como base para sua campanha nas próximas eleições. Especulou-se que o peemedebista poderia se posicionar como opositor a Michel Temer e assim aproveitar politicamente a grande rejeição do presidente.
“Não posso usar essa fato, que é constrangedor, é chato para mim como meio ou justificativa. Apenas tenho a lamentar, o meu sentimento nesse momento é de indignação, não tem nada a ver com perspectivas futuras”, declarou.
Em contato com a redação do portal Paraiba.com.br, o parlamentar revelou que o seu foco eleitoral agora é apenas de se manter em seu cargo na Câmara Federal: “não existe qualquer menção a outro objetivo a não ser a reeleição e não é um fato como esse que me colocaria a postular outro cargo”.
O presidente do PMDB, senador Romero Jucá (RR), assinou na tarde desta quinta-feira (10) a suspensão por 60 dias de seis deputados do partido que votaram a favor da investigação do presidente Michel Temer pelo Supremo Tribunal Federal a partir da denúncia da Procuradoria-Geral da República.
Além de Vené, foram punidos Jarbas Vasconcelos (PE), Sergio Zveiter (RJ), Vitor Valim (CE), Laura Carneiro (RJ) e Celso Pansera (RJ). Ao cumprir a ameaça feita antes da votação da denúncia, Jucá deixa os parlamentares dissidentes. Além disso, os seis também vão perder os eventuais cargos que tenham no Governo Federal.

Yves Feitosa

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Tags :




outras notícias