Intervenção na FPF: FIFA pode afastar equipes da Paraíba de competições

Publicado em sexta-feira, agosto 29, 2014 ·

rosileneA deposição de Rosilene Gomes do comando da Federação Paraibana de Futebol e intervenção na  FPF desde abril deste ano, pode trazer sérias consequências para o futebol profissional do estado. O alerta é da própria Rosilene Gomes.

De acordo com a presidente afastada, o estatuto da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não permite intervenções em federações e a Fifa pode até suspender times da Paraíba das competições.

Exemplificando, Rosilene Gomes citou o caso da Nigéria que Fifa decidiu suspender todos os times da Nigéria de competições internacionais pelo fato de a entidade ter encontrado provas de intervenção do governo na federação local, algo que é punível segundo o Estatuto da Fifa.

A presidente acusou de conluio os interventores de FPF. “Foi uma armação imensurável que fizeram com a presidência da entidade” desabafou.

Rosilene Gomes narra que o processo sucessório ocorrido na FPP, motivo pelo qual alegaram para afastá-la do cargo, foi legal e acompanhado de perto pelo presidente do Tribunal Desportista e por um representante do Tribunal de Justiça do Estado. “Tínhamos chapa única e, portanto, seríamos eleitos até por aclamação”.

Rosilene ainda revela alguns desmandos dos ‘interventores da Federação’:  os prêmios ao campeão e vice-campeão do campeonato de 2014 deveriam ser em veículos e não em dinheiro. “Eles quebraram uma parceria que a FPF fez no valor de R$ 250 mil” revela.

Rosilene Gomes vai mais além: eles não premiaram o torcedor como foi feito no ano passado que dois torcedores, carentes, e por pura sorte, foram premiados com um carro cada um.

A presidente afastada da Federação Paraibana de Futebol promete novos capítulos da guerra pela direção da FPF.

 

ClickPB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627