Internauta denuncia esquema de venda de alvarás para taxistas fantasmas

Publicado em sábado, dezembro 22, 2012 ·

 

O internauta Luiz Carlos denunciou na coluna de recados do blog “Itabaiana Hoje” um suposto esquema de venda de alvarás para falsos taxistas em funcionamento nos oito anos de gestão da prefeita Dida Moreira, que deixará o cargo no final deste mês. O leitor pede ao futuro prefeito Antonio Carlos Melo Júnior que mande investigar o que chamou de “máfia”.

Os taxistas conseguem as isenções e descontos de acordo com a sua situação de trabalho e tempo de serviço. Independente do tempo de profissão, os taxistas recebem desconto concedido pela própria montadora, que reconhece a importância do profissional como agentes de divulgação de seus produtos. Afinal, a corrida de táxi é um test drive de conforto e qualidade para o passageiro. Por isso, a categoria recebe um desconto que varia entre 11 a 18% do valor do veículo, de acordo com política do fabricante e concessionária, além das isenções fiscais do Governo.

Conforme denúncia do blogueiro Marconi Lucena, existe mesmo uma máfia do alvará de táxi na Prefeitura de Itabaiana. Ele informa em seu blog que o preço cobrado para se tirar um alvará de falso taxista na Prefeitura de Itabaiana é de dois mil reais. Segundo fontes que o blogueiro não especifica, o ilícito estava atraindo pessoas de outras cidades, que utilizam o falso alvará para comprar carro zero quilômetro com preços reduzidos. “Segundo a mesma fonte, são postas inúmeras dificuldades para um cidadão itabaianense conseguir um alvará, mesmo estando trabalhando como taxista. O motivo seria o alto valor que é negociado com os falsos taxistas”, informa Lucena.

Ediglês para o Focando a Notícia
Postado em Tribuna do Vale 

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627