Inaldo concede entrevista e esclarece acusações feitas por Zenóbio

Publicado em quinta-feira, julho 21, 2016 ·

INALDO JRNa noite de ontem (20), na convenção do PSDB em Guarabira, o atual prefeito e pré-candidato a reeleição, Zenóbio Toscano, fez uma acusação afirmando que o rompimento do presidente da Câmara Municipal, Inaldo Júnior, teria sido motivado porque, segundo Zenóbio, ele teria exigido R$ 169 mil para permanecer no grupo político do atual prefeito.

Nossa equipe procurou Inaldo Júnior para saber mais detalhes sobre essa acusação feita por Zenóbio. Em entrevista exclusiva ao Portal Independente Inaldo disse o porquê do rompimento com Zonébio Toscano e, segundo o presidente da Câmara, “todas as declarações feitas pelo atual prefeito não passam de palavras infundadas e proferidas no calor da emoção pelo fato de ter perdido mais um aliado político em menos de uma semana”.

Inaldo relatou que na última terça-feira (19), por volta do meio-dia, Zenóbio Toscano, acompanhado de um aliado, procurou Inaldo Júnior e pediu para que o vereador não tivesse nenhuma aproximação política com o ex-governador Roberto Paulino. Já visando um possível rompimento, Zenóbio prometeu, segundo Inaldo, que caso o pedido fosse atendido ele teria ajuda na campanha eleitoral com medicamentos, combustíveis, além de R$ 30 mil e, como ‘bônus’, todos os empregos que eram destinados aos aliados de Zenóbio por meio do vice-prefeito Zé do Empenho, que também rompeu com Zenóbio na última semana, seriam repassados para Inaldo Júnior colocar quem ele quisesse. Porém, além desses ‘benefícios’ que Zenóbio ofereceu a Inaldo, o prefeito pediu que o presidente da Câmara de Guarabira fizesse uma articulação para que as contas de Zenóbio, referente ao ano de 2014, voltassem ao Tribunal de Contas e fossem ‘impedidas’ de serem votadas na Câmara, o que teria causado um desconforto entre Zenóbio e Inaldo, pois o presidente da Câmara não aceitou esse pedido de Zenóbio, o que teria culminando, portanto, no rompimento político entre o presidente da Câmara e o atual prefeito.

Como o Portal Independente havia divulgado há dias, já havia uma possibilidade da aliança PMDB e PTB em Guarabira segundo Wilson Filho. De acordo com Inaldo, as acusações feitas por Zonóbio não condiz com a realidade dos fatos, pois não houve nada sobre o que foi dito pelo prefeito, e que essa acusaão de pedir R$ 169 mil para permanecer com Zenóbio não passa de um discurso de ódio para tentar induzir a população a acreditar em uma história mal contada e totalmente inverídica.

“Só tenho a lamentar essa atitude do prefeito, sinceramente é uma atitude que devemos repudiar, pois mentir é algo muito sério para alguém que se diz ser o homem mais correto do mundo” – disse Inaldo.

portalindependente

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627