Homicídios caem 12% em Campina Grande; em 2011 foram 175, contra 199 em 2010

Publicado em terça-feira, Janeiro 3, 2012 ·

revolverEm 2011, Campina Grande alcançou um dos melhores resultados nos indicadores de violência da Paraíba. Com uma população de 385.213 habitantes, a cidade obteve redução de 12% no número de homicídios em relação a 2010. De janeiro a dezembro, foram registrados 175 assassinatos, contra 199 no ano anterior.

A população também comemorou a redução da impunidade. O índice de resolução dos inquéritos de homicídios passou de 42%, em 2010, para 62%, em 2011. Só a Delegacia Especializada de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) de Campina Grande foi responsável pela prisão de 59 criminosos.

Casos de grande repercussão na mídia local e até nacional tiveram resposta imediata da polícia. Vale destacar o caso da morte do professor Valderi Carneiro dos Santos, de 44 anos, morto no quarto de uma pousada em Campina Grande, e de Daniel Oliveira Felipe, de 24 anos, assassinado com 30 facadas no Centro da cidade. Todos os envolvidos nesses crimes foram identificados pela polícia.

De acordo com o delegado regional Wagner Dorta, os resultados positivos são o reflexo dos investimentos feitos na inteligência policial e nas ações de reaparelhamento das polícias na Região, entre elas, a inauguração da nova sede da Central de Polícia de Campina Grande, um investimento de quase R$ 2 milhões.

“Com muito trabalho e empenho dos nossos policiais, alcançamos a meta de redução de homicídios estabelecida no início dessa gestão. Também devemos esse avanço ao empenho do Governo do Estado, por oferecer melhores condições de trabalhos aos profissionais de segurança pública que atuam na região”, destacou Wagner.

A Secretaria de Segurança reforçou as equipes da Delegacia de Homicídios, que passou a funcionar 24 horas. As polícias também deram cumprimento às diversas operações de prevenção aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), a exemplo das operações Saturação e Contra Ameaça, estabelecidas pelo Plano Operacional 2011.

Também registraram queda no número de assassinatos as cidades de Cajazeiras (29%), Guarabira (26%), Sousa (10%), Alhandra (27%), Pedras de Fogo (19%), Alagoa Nova (60%), Lucena (50%), Caaporã (42%), Pitimbu (15%), Bananeiras (9%) e Patos (2%).

Evolução histórica – Nos últimos dez anos, a Paraíba vinha registrando um crescimento médio anual de 12,34% nas taxas de homicídios. O número saltou de 507, em 2000, para 1.563, em 2010 – ano em que foi registrada a segunda maior taxa de crescimento da década, de 24,9%, em relação ao ano anterior.

Os estudos do Núcleo de Análise Criminal da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds) apontam para uma desaceleração significativa dos índices de homicídio em 2011. Com os investimentos feitos na atual gestão, a projeção da taxa de crescimento é de apenas 7,7% em relação ao ano anterior

Secom-PB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627