Homem invade escola e agride professora no interior de SP

Publicado em quinta-feira, agosto 11, 2011 ·

violencia_escolasUma professora foi agredida por um homem que estava drogado e invadiu uma escola em Glicério, cidade a 488 quilômetros de São Paulo, nesta quarta-feira. Segundo a polícia, o agressor de 27 anos, estava sob o efeito de drogas. O suspeito entrou pelo portão principal e atacou a jovem com um pedaço de madeira. Um funcionário viu a agressão e foi ajudar a professora, enquanto professores chamaram a polícia.

– Ele começou a me arrastar, eu caí no chão, ele agarrou meu cabelo, eu consegui escapar, ele veio de novo, dei um chute no peito dele – contou a professora.

Ele começou a me arrastar, eu caí no chão, ele agarrou meu cabelo, eu consegui escapar, ele veio de novo, dei um chute no peito dele

A vítima teve diversos arranhões pelo corpo e ficou muito assustada com a violência, já que não conhecia o agressor. O homem foi levado para a delegacia e confessou que não sabia o que tinha acontecido. Ele foi ouvido e liberado.

A diretora da escola disse que os portões sempre ficam fechados e que a invasão da escola foi um acontecimento isolado.

Em Junqueirópolis, a 594 quilômetros de São Paulo, um professor de 63 anos, foi agredido por um aluno de 14 anos da sexta série. O professor recebeu um soco no queixo.

– Fechei a porta da sala de aula, ele voltou e me deu um soco no rosto, na altura do queixo. Eu disse que ele não podia fazer isso, mas o rapaz partir para cima de mim. Eu empurrei e ele me deu um pontapé – contou o professor.

O diretor da escola suspendeu o estudante por três dias. O caso será encaminhado ao Ministério Público.

A mãe do aluno saiu em defesa do filho. Ela disse que ele apenas revidou uma agressão feita pelo professor.

O Globo

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627