Herói da Copa decide, Uruguai ultrapassa barreira e joga por soberania

Publicado em quarta-feira, julho 20, 2011 ·

uruguaiO renascimento do futebol uruguaio avançou mais uma etapa com a volta à final da Copa América depois de 12 anos. Com dois gols de Luis Suárez, um dos heróis da quarta colocação da Copa do Mundo de 2010, o Uruguai derrotou o Peru por 2 a 0, nesta terça-feira, no Estádio Único de La Plata, e garantiu a oportunidade de jogar pela soberania no continente na decisão do próximo domingo. Venezuela e Paraguai definem o outro finalista na quarta-feira.

Os uruguaios somam 14 conquistas do título sul-americano ao lado dos argentinos. Uma vitória em território inimigo, além de devolver a hegemonia, marcaria a maior conquista desde o título continental de 1995 e aumentaria a lista de feitos que marcam o renascimento do futebol antes decadente no país. O Uruguai volta a uma Olimpíada após 84 anos em Londres 2012, ficou com o quarto lugar na Copa da África do Sul e retomou o respeito da tradição do bicampeonato olímpico e mundial.

Especificamente na Copa América, o país ultrapassa a barreira de duas semifinais seguidas perdidas em penalidades contra o Brasil. E ainda entra como favorito na decisão, que não terá nem a presença da Argentina, eliminada pelos próprios uruguaios nas quartas, e do Brasil, atual bicampeão. Na última vez que decidiu o título, em 1999, perdeu para o Brasil.

No jogo desta terça, o Uruguai demorou a se impor. Com um gramado visivelmente em péssimo estado, no qual a bola mesmo quando chutada rasteira quicava, as seleções fizeram um jogo travado no primeiro tempo, mas que teve o resultado definido rapidamente no segundo, com gols de Suárez aos 7min e 12min.

Com o desempenho decisivo, o atacante do Liverpool, da Inglaterra, aumentou ainda mais o prestígio junto ao torcedor uruguaio desde que salvou com a mão um gol no último minuto das quartas da Copa de 2010 contra a Gana.

Na ocasião, Suárez foi expulso, mas o jogador adversário errou a penalidade, o Uruguai levou a melhor na disputa por pênaltis e ele virou herói. Nas quartas da Copa América contra a Argentina, o atacante foi considerado o melhor em campo e com sua correria desconsertou os argentinos.

O jogo

Em um primeiro tempo de pouco futebol e muita correria, Uruguai e Peru deram apenas cinco chutes ao gol – o Peru apenas um. Os uruguaios praticamente só tentaram chegar ao gol por meio de uma jogada: a bola aérea. Os peruanos, por sua vez, sofriam bloqueio ao chegarem à intermediária e não conseguiam levar perigo.

Neste cenário, a melhor chance peruana veio em um lance que não teve conclusão. Juan Vargas driblou Lugano pela esquerda, avançou até a linha de fundo e cruzou com perigo. Dois peruanos não alcançaram a bola e o Uruguai se safou da única vez que esteve perto de levar um gol.

Já os uruguaios tiveram na insistência na bola alçada na área um gol anulado aos 42min. Diego Forlán cobrou falta para a área, Diego Lugano desviou de cabeça e Álvaro Pereira completou para as redes e teve a comemoração interrompida.

O intervalo serviu para a organização tentar tapar os buracos do gramado e tentar oferecer um campo mais digno para um futebol mais técnico. E para os times pensarem em estratégias diferentes para tentar chegar ao gol sem ser por bolas pelo chão.

E o Uruguai achou o caminho em um chute de longa distância de Diego Forlán. O goleiro Fernández Valverde se precipitou em uma bola que ia para fora e, com a ajuda do quique irregular, bateu roupa à frente de Suárez, que não perdoou.

O 1 a 0 no placar desconsertou o Peru, que partiu desordenadamente para o ataque. Ficou fácil para o Uruguai matar o jogo. Álvaro Pereira aproveitou um contra-ataque, lançou Suárez em profundidade e o atacante fez o segundo depois de chegar primeiro do que o goleiro na bola e driblá-lo.

Vargas, o melhor jogador peruano em campo, foi expulso aos 26min e complicou ainda mais a situação. Porém, os peruanos melhoraram, pressionanam, mas foram os uruguaios que fizeram a festa.

Peru 0 x 2 Uruguai

Gols

Uruguai:
Suárez, aos 7min e aos 12 minutos do segundo tempo

Peru: Fernández; Carmona, Santiago Acasiete, Rodríguez, e Walter Vilchez; Balbín (Ballón), Yotún (Chiroque), Juan Manuel Vargas, Cruzado e Luis Advíncula (Lobatón); Paolo Guerrero. Técnico: Sergio Markarian

Uruguai: Fernando Muslera; Maxi Pereira, Diego Lugano, Coates e Martín Cáceres; Álvaro González, Arévalos Rios, Walter Gargano (Eguren) e Álvaro Pereira; Diego Forlán e Luis Suárez (Hernández). Técnico: Oscar Tabárez

Cartões amarelos
Peru: Balbín, Yotún e Lobatón
Uruguai: Lugano, Gargano e Luis Suárez

Cartões vermelhos
Peru: Vargas

Árbitro
Raul Orozco (Bolívia)

Local
Estádio Ciudad de La Plata, em La Plata (ARG)

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627