Intolerância religiosa

Guarabira: vândalos quebram imagens de presépio em praça de igreja

Publicado em terça-feira, janeiro 8, 2019 ·

Circula nas redes sociais fotos de imagens de presépio quebradas. A ação teria praticada por vândalos que teriam atacado um conjunto de presépio montado na Praça da Catedral de Nossa Senhora da Luz, em Guarabira, em frente ao prédio sede do Ministério Público Estadual.

A autoria do ataque, considerado como intolerância religiosa, ainda é desconhecida. Câmeras de monitoramento podem ajudar a identificar os suspeitos de quebrar as imagens.

Com o crescimento da diversidade religiosa no Brasil é verificado um crescimento da discriminação religiosa, tendo sido criado o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa (21 de janeiro) por meio da Lei nº 11.635, de 27 de dezembro de 2007, sancionada pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva, como um reconhecimento do próprio Estado da existência do problema.

 

A Constituição prevê a liberdade de religião e a Igreja e o Estado estão oficialmente separados, sendo o Brasil um Estado laico. A legislação brasileira proíbe qualquer tipo de intolerância religiosa, sendo a prática religiosa geralmente livre no país.

Segundo o “Relatório Internacional de Liberdade Religiosa de 2005”, elaborado pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos, a “relação geralmente amigável entre religiões contribui para a liberdade religiosa” no Brasil.

 

portal25horas

 

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS












INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627