GRUPO DE EXTERMÍNIO: Ministério Público da Paraíba denuncia mais 16 suspeitos de envolvimento

Publicado em sexta-feira, Janeiro 20, 2012 ·

revolver11O Ministério Público da Paraíba denunciou dezessseis pessoas suspeitas de integrarem grupos de extermínio na região de Catolé do Rocha, no Sertão do Estado. A maioria dos acusados foi presa durante a operação batizada de Laços de Sangue, desencadeada pelas polícias Civil e Militar em setembro do ano passado. Três famílias da Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará foram presas com acusações de homicídios.

Os 16 denunciados tiveram suas prisões preventivas decretas e estão sendo contactados para que apresentem suas defesas. A denúncia foi assinada pelos promotores de Justiça José Leonardo Clementino Pinto e Artemise Leal, que participam do Mutirão do Poder Judiciário. A previsão é de que a instrução criminal (interrogatório e ouvida de testemunhas) ocorra no mês de fevereiro.

O caso de Catolé do Rocha ganhou repercussão nacional no ano passado. A guerra entre duas grandes e conhecidas famílias do local, que já dura mais de 30 anos, teria provocado a morte de quase 100 pessoas no sertão paraibano.

pbagora

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627