Greve do Fisco: Categoria se reúne nesta quinta-feira para discutir paralisação e espera decisão do TJ

Publicado em quinta-feira, novembro 17, 2011 ·

greve do fiscoOs servidores do Fisco Estadual se reúnem no início da noite desta quinta-feira (17) para discutir sobre a paralisação que  já dura mais de um mês. A assembléia está marcada para as 18 horas na sede do Sindicato, na Avenida São Paulo, no Bairro dos Estados.

De acordo com o presidente do Sindicato, Vitor Hugo, na assembléia, além discutir sobre a paralisação, os servidores já sairão com uma proposta pronta para ser tomada depois da decisão do Pleno do Tribunal de Justiça que se reúne mais uma vez nesta sexta-feira (18) para discutir sobre a ilegalidade da greve.

No final da tarde de ontem o Governo do Estado conclamou a categoria a voltar ao trabalho e aceitar a proposta de reajuste salarial em janeiro, data base de todos os servidores, o Governo do Estado emitiu uma Nota Oficial, onde conclama os auditores e os fiscais de renda a voltar ao trabalho.

Na nota, o Governo explica que já recebeu as lideranças da categoria “inúmeras” vezes, quando assumiu o compromisso de reajustar os salários na data base dos demais servidores pública no mês de janeiro, mas mesmo diante da proposta os servidores do Fisco cruzam os braços.

A nota também diz que os agentes do fisco as dificuldades financeiras e o “caos” financeiro que o Governo recebeu como “herença” da administração anterior, ponderando que a greve só tem dado prejuízos ao Estado, aos contribuintes e ameaça o aumento salarial de todos os servidores programado para janeiro.

Acrescenta que o Governo continua aberto ao diálogo, mas “sempre terá que resguardar a lei e a disponibilidade de recursos do tesouro e os interesses do Estado e tem que fazer o que é justo, mesmo que não seja o mais cômodo”.

A nota também diz que não é justo comprometer o aumento de todos os servidores por causa de uma categoria. “Não é justo tirar de quem tem pouco recebe para aumento antecipado de quem mais ganha”.

Por fim, o Governo conclama os servidores do Fisco a voltarem ao trabalho e diz que a greve não é contra o Governo, mas contra toda a Paraíba. E encerra dizendo que se trata de “uma greve de poucos contra todos”.

Paulo Cosme

Paraíba.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627