Grêmio Morenense, com sede em Solânea, completa 87 anos de fundação

Publicado em quarta-feira, maio 18, 2011 ·

 

GREMIOO Grêmio Morenense e o Vila Branca, patrimônios históricos e culturais de Solânea, município da microrregião do Curimataú Oriental paraibano, completam nesta quarta-feira (18) 87 anos de fundação.

 

Construído no início de 1920 e instituído oficialmente em 18 de maio de 1924, o Grêmio Morenense, como entidade literária-recreativa foi e continua a ser palco de importantes eventos do município e da região, a exemplo do carnaval Vermelho e Branco. Serviu como sede da prefeitura e do fórum, e também para a 1ª reunião com o objetivo de fundar uma loja maçônica no oriente de Solânea, ocorrida no dia 22 de abril de 1967.

 

No dia 24 de maio de 1927 foi inaugurada festivamente a sua sede social. Nele proferiram palestras figuras nacionais como Apolônio de Carvalho, Manuel da Conceição, Ronaldo da Cunha Lima, Gregório Bezerra, João Pessoa, entre outros.

 

Abrigou a sede do Vila Branca Sport Clube, que foi uma das expressões futebolísticas da Paraíba. Possuiu a Biblioteca Álvaro de Carvalho – uma das mais importantes da região – em homenagem ao emérito mestre e ex-governador paraibano. Em 18 de maio de 1954, ocorreu a 1ª reinauguração da sede social, tendo como presidente Waldemar Alves da Nobrega.

 

O Grêmio Morenense é Patrimônio Cultural de Solânea, conforme a Lei Municipal 017/2002. Leôncio Costa, José Pessoa da Costa, Antonio Tancredo de Carvalho, Secundino Ferreira Passos, Olegário Agapito da Costa, João Lali da Silva Pinto, Adauto Silva, Artur Silva e Alfredo Bandeira da Costa são alguns dos seus fundadores.

 

Entre os ex-presidentes da entidade, destacamos nomes como o de Antonio Tancredo de Carvalho – fundador; Waldemar Alves da Nobrega; João Lali da Silva Pinto; Epifanio Placido da Silva; Djair da Silva Pinto; José Menino de Oliveira; José Alvirque Alves da Costa; Ivamberto de AzevedoGuimarães; Wolhfagon Costa de Araujo; Harrison Nogueira Pinto; Sebastião Geriz de Oliveira; Romeu Souza de Oliveira; Romeu Souza de Oliveira; Jose Martins de Souza e José Hélton Martins de Sousa.

 

Praticamente abandonado no período de 1988-2002, um grupo de solanense se reuniu em 2003, tendo à frente Romeu Souza de Oliveira (presidente na época), e vendo a situação deplorável de sua sede resolveu soerguer a entidade. Para tanto, a diretoria elaborou um projeto de recuperação e reforma do prédio, encaminhando ao Fundo de Incentivo à Cultura (FIC Augusto dos Anjos) do Governo do Estado.

 

O resultado desse trabalho veio com a reinauguração do Grêmio, em 23 de outubro de 2005. Na época, José Martins de Souza (Zuca) deu uma grande colaboração como vice-presidente.

 

Hélton Martins, atualmente um dos mais preocupados em preservar a história desse patrimônio, basta observar o esforço gigantesco para não ver morrer o carnaval Vermelho e Branco, faz um apelo nesta data pedindo que os mais jovens não deixem morrer a tradição.

 

 

 

 

Redação/Focando a Notícia

Com informações da enciclopédia livre Wikipédia

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627