Governo pede remoção de famílias próximas a barragens em risco

Publicado em sexta-feira, agosto 26, 2011 ·

estrada destruídaO Governo da Paraíba solicitou à Defesa Civil a remoção imediata de dez famílias que moram nas áreas de barragens com risco de estourar na região Agreste. A medida foi tomada na quinta-feira (25/08) depois que uma barragem rompeu no município de Itabaiana.

Nesta sexta-feira (26/08), um açude de Natuba, também no Agreste, transbordou após as chuvas e algumas famílias devem ser retiradas de suas casas.

Além da transferência das famílias para abrigos em prédios públicos, o Estado determinou a reconstrução do trecho de 200 metros da rodovia estadual PB-054 que foi destruído pela força da água.

O incidente aconteceu por volta das 11h da quinta-feira, numa barragem de propriedade particular e interditou o acesso à cidade Itabaiana, via São José dos Ramos.

De acordo com a Secretaria Estadual de Comunicação, a reconstrução da estrada deve custar cerca de R$ 70 mil e será feita pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER), com prazo de conclusão de 60 dias.

O rompimento da barragem de propriedade privada deixou uma cratera na rodovia. O tráfego de veículos leves na região deverá ser realizado provisoriamente por meio de um desvio. O projeto de reconstrução ainda será elaborado pela Secretaria de Infraestrutura. A área foi visitada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB).

A Secretaria de Comunicação divulgou que, na hora do rompimento, homens a serviço do DER tentavam desobstruir trechos alagados nas margens da pista. Eles conseguiram sair antes do acidente e não se feriram.

“Lamentamos o ocorrido, mas ficamos mais aliviados por não haver vítimas. Desde segunda-feira, os técnicos do DER trabalhavam para fazer o escoamento das águas e a desocupação das pessoas que moram nas áreas ribeirinhas, o que evitou um desastre maior”, explicou o governador.

Da Secom-PB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627