Governo antecipa Bolsa Família para vítimas da chuva em Minas

Publicado em sábado, Janeiro 7, 2012 ·

Moradores de 71 municípios de Minas Gerais (veja a lista) que declararam estado de emergência por causa das chuvas poderão receber antecipadamente, em janeiro e fevereiro, o pagamento do benefício do Bolsa Família, informou o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

charge_democratizaçãoPelo calendário de pagamentos do programa em 2012, as datas para saque do benefício em janeiro vão do dia 18 ao dia 31. Com a antecipação, todos poderão receber já no dia 18. Em fevereiro, as datas vão de 14 a 29, mas todos terão o benefício disponível no dia 14. Esses pagamentos somam R$ 20,6 milhões, segundo o ministério.

De acordo com o MDS, posteriormente outros 16 municípios de Minas Gerais que declararam estado de emergência também serão beneficiados com a antecipação do pagamento.

“À medida que o ministério receber dos estados a relação dos municípios que decretaram estado de emergência em decorrência das chuvas, e que por isto precisam alterar o calendário para o pagamento do Bolsa Família, novas ações especiais de pagamento serão adotadas”,disse, por intermédio da assessoria, Gustavo Camilo Baptista, coordenador-geral de Logística de Pagamentos de Benefícios do ministério.

Beneficiários que perderam seus cartões e documentos pessoais também podem procurar as prefeituras para emissão de Declaração Especial de Pagamento, que permitirá o saque do benefício em agência bancária.

Segundo o ministério, a declaração é um documento de caráter provisório emitido quando ocorre situação de emergência, como no caso dos municípios mineiros, e permitirá somente o pagamento do benefício do mês a que se refere.

De acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais, oito pessoas já morreram no estado desde o começo do período de chuvas, em outubro. No total, 142 municípios foram atingidos pelas tempestades durante o período, afetando cerca de 2,1 milhões de pessoas. Destas, 9.880 pessoas estão desalojadas e outras 512 estão desabrigadas. Até quinta-feira (5), 101 casas e 89 pontes foram destruídas.

G1

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627