Ginásio de Esportes Antonio Mariz, em Cacimba de Dentro, está há varios meses com a energia elétrica cortada, por falta de pagamento pela Prefeitura Municipal

Publicado em sábado, Janeiro 28, 2012 ·

foto/diariodobrejo.com

“Um ato de Vergonha que personifica a gritante falta de Compromisso Adminis-
tratrivo”. Com esse argumento e, com outros, que traduzem o mesmo teor, diver –
sos atletas e, a grande parte da maioria de pessoas  da Comundade, traduzem   a
difícil situação enfrentada pelo Ginásio de Esportes Antonio Mariz, em Cacimba de
Dentro , que teve sua Corrente Elétrica cortada há vários meses atraz, em decorrên-
cia de falta da Pagamento, por parte da Prefeitura Municipal.
Sem iluminação publica e, sem outras conveniências favorecidas pela energia  ,
a Principal Praça de Esportes da Cidade, ficou desprezada, acarretando uma série
de prejuízos, principalmente à juventude que sempre Vê nas práticas esportivas
interação de idéias, preparação do corpo e da alma e, aproximação dos apostos ,
num mundo cada vez mais disperso em que vivemos.
Pelo que se percebe, diante da opinião de diversas pessoas e, Pais de Família
entrevistados, é a enorme preocupação de que alguns desses jovens,” com a men-
te desocupada, na hora de praticarem seus esportes, possam enveredar  por     ca-
minhos errados, acarretando uma série de dissabores dos mais hediondos ao te-
cido social, como um todo”.
Para completarem, nocauteiam: “Mente desocupada é oficina do perígo”.
Além disso, um outro grande problema foi causado às diversas Famílias que re-
sidem nas proximidades do Citado Ginásio, vez que a escuridão Noturna serve para
gerar insegurança e, para atrair alguns elementos que enveredam pela prática da
delinquência.
Assim, no entendimento da maioria das Pessoas ouvidas pela Reportagem,      a
falta de atividade da Prefeitura Municipal, através de seus comandantes, deixa bem
claro, a configuração do descompromisso social, não se fazendo, em tempo hábil, a
correta aplicação dos recursos públicos em favor da municipalidade como um todo.
“Se estivesse vivo, com certeza, Antonio Mariz era o primeiro a condenar     esse
tipo de ação que a Prefeitura de Cacimba de Dentro está praticando, pois o mesmo,
em toda sua vida Pública, nunca concordou com essas atitudes”,      dizem,        em
tom de desabafo, alguns observadores do momento politico administrativo que vive
o Município.

Por Odilon Almeida

diariodobrejo.com

Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627